24 de março de 2016

MISSÕES HORIZONTES - PASTOR DAVI BOTELHO

MISSÕES HORIZONTES é uma agência de missôes transcultural, dirigida pelo pastor Davi Botelho que treina e capacita missionários que tem chamado para povos-não -alcançados


PASTOR DAVI BOTELHO ENSINANDO SOBRE MISSÕES



SEDE DA MISSÕES HORIZONTES EM MONTE VERDE MG



                                          Entrevista com o pastor

Estudo sobre o cinturão da resistência
Recentemente estava dando uma palestra em uma congregação e houve uma dúvida por parte dos ouvintes: Ainda hoje existem pessoas que nunca ouviram falar sobre Jesus? E em seguida houve a expressão de um pensamento que infelizmente grande parte dos membros de nossas igrejas ainda têm. Foi dito: Eu pensava que todos os homens eram evangélicos ou católicos!!!. A resposta foi clara, e o contexto desenvolvido foi a Janela 10-40 e o cinturião de resistência, como veremos a seguir:
Janela 10-40 .
Criado por Luis Bush, do Movimento AD2000, tornou-se bastante conhecido em todo mundo. Geograficamente falando, é a área que está 10 e 40 graus ao norte da linha do Equador (linha imaginária no centro da terra). Entre os oceanos Atlântico e Pacífico, ou ainda desde o leste do continente africano até o oeste da Ásia.
Os números:
Em todo mundo temos 24.000 povos, destes 8.000 ainda não foram evangelizados, sendo que 97% dos mesmos estão dentro da Janela 10-40.
Em todo o mundo temos 6 bilhões e duzentos milhões de pessoas, sendo que destas, 2 bilhões e trezentos milhões estão dentro da janela 10-40.
Em todo mundo temos 251 países, destes, 62 países 
estão dentro da janela 10-40. Veja a lista:
Afeganistão, Arábia Saudita, Argélia, Bangladesh, Barein, Benin, Butão, Burkina-Fasso, Camboja, Catar, Cazaquistão, Chade, China, Chipre, Coréia do Norte, Coréia do Sul, Djibuti, Egito, Emirados Árabes Unidos, Etiópia, Faixa de Gaza, Filipinas, Formosa, Gâmbia, Gibraltar, Grécia, Guiné, Guiné-Bissau, Índia, Iêmem, Irã, Iraque, Israel, Japão, Jordânia, Kuweit, Laos, Líbia, Mali, Maldivas, Malásia, Mauritânia, Marrocos, Mongólia, Nepal, Nigéria, Omã, Paquistão, Portugal, Saara Ocidental, Senegal, Sudão, Síria, Sri Lanka, Tailândia, Tadjiquistão, Tibet, Tunísia, Turquia, Turcomenistão e Vietnã.
Em todo o mundo temos 7.148 línguas e dialetos (dialetos são línguas não oficializadas), assim classificadas por tradução da Bíblia:
  • 4.215 nenhuma tradução da Bíblia
  • 987 possuem o Novo testamento
  • 891 somente porções da Bíblia
  • 672 trabalhos em andamento
  • 383 Possuem a Bíblia inteira (Nós brasileiros estamos dentro deste grupo, incluindo Estados Unidos que possuem mais de 500 versões da bíblia: 
De toda pobreza econômica mundial, 82% está concentrada dentro da Janela 10-40, sendo que dos pobres menos evangelizados 99% estão dentro da Janela.
Em todo o mundo temos 4.285.000 obreiros (pastores, missionários, evangelistas etc) que trabalham em tempo integral, destes, 4.000.000 trabalham em terras cristãs, 270.000 em terras nãos cristãs, e somente 15.000 entre os povos não evangelizados ou não-alcançados na Janela 10-40.
Os membros das igrejas no mundo ocidental (onde estamos!) gastam sua renda da seguinte forma:
  • 95% Atividades Domésticas (Desde roupas, comidas, remédios até balas, chicletes e refrigerantes)
  • 4,5% No campo Missionário (entre não-cristãos, todavia com acesso ao evangelho)
  • 0,5% Entre os não-alcançados (não evangelizados e sem acesso ao evangelho)
Para cada um dos 8.000 povos nãos alcançados existem 875 igrejas, isto quer dizer que se “100” igrejas adotarem um povo em oração, enviando missionários e tornando fácil o acesso ao evangelho, mais de 700 igrejas ficaram sem fazer nada. Se todas se unirem rapidamente se dará o término da evangelização mundial.
Dentro da janela estão três grandes bloco religiosos: Os muçulmanos, os hindus e os budistas.
Em todo o mundo os blocos estão assim divididos:
22% são cristãos nominais (Aqui está a soma de católicos com testemunhas de Jeová, Mórmons, Anglicanos, Ortodoxos etc)
18% são muçulmanos
18% são ateus (fundamentalistas e “tanto faz”)
15% são hindus
12% são evangélicos (estamos aqui)
08% são budistas
07% Outras religiões
No mundo a média de crescimento dos blocos é a seguinte (taxa de crescimento anual):
  • Evangélicos 6,9%
  • Ateus 2,8%
  • Muçulmanos 2,7%
  • Hindus 2,3%
  • Cristãos Nominais 2,2%
  • Budistas 1,7%
A cada dia mais de 1.000 novas igrejas evangélicas florescem na África e Ásia
A Igreja Evangélica na China cresceu de 1 milhão em 1949 para mais de 80 milhões hoje.
Mais muçulmanos se tornaram cristãos nos últimos 25 anos do que em toda história.
As 50 maiores megalópoles (cidades com mais de 1 milhão de habitantes) do mundo estão dentro da Janela 10-40. 
O Senhor nos entregou a tarefa de fazer 

discípulos de todos os povos e desde que a 

recebemos já passaram 2 milênios e muita 

terra há para conquistar.

O Desafio:

- Há 24.000 povos no mundo e ainda faltam 

6800 para serem alcançados.

- Há 6.909 línguas no mundo e 2.432 delas não 

têm nada da Bíblia.

- 85.000 morrem a cada dia sem nunca terem 

ouvido nada de Cristo.

- 500 milhões de chineses que nunca ouviram 

nem o nome de Cristo.

- Das 600 mil cidades e vilas da Índia 500 mil 

delas não possui um obreiro cristão.


O que temos:
- A 3ª maior igreja do mundo com mais de 300.000 templos que precisa de 100.000 crentes para sustentar um missionário dentro da Janela 10-40 e que investe em média R$ 1,30 por pessoa por ano para missões transculturais. O mais triste é saber que mais de 99 delas não tem um missionário transcultural.
Isto é inadmissível e vergonhoso e algo tem que ser feito para mudar este quadro. Creio que estamos cometendo o mesmo pecado que os filhos de Israel cometeram nos tempos de Josué, pois sete tribos foram negligentes em possuir a terra, isto quando Deus já havia dado a terra, conforme Js. 18:2 e 3. Creio que podemos chamar este pecado de Grande Omissão, conforme Tg. 4:17. 
A apatia, conformismo e a indiferença moderna, são os maiores desafios dos dias hodiernos e tudo isto está dentro de nossas igrejas, mas não nos podemos conformar com este mundo, mas renovar as nossas mentes, conforme Rm. 12:1 e 2. 
Ainda não consigo entender e muitos menos aceitar o que Oswald Smith, que pastoreava uma igreja que tinha mais de 800 missionários e que escreveu muitos livros impactantes, tais como: Paixão pelas Almas, Evangelizemos o Mundo, Clamor do Mundo, etc., afirmou, por experiência e muita coragem, a frase mais triste e chocante para mim como pastor, que é: “O primeiro e maior obstáculo para missões são os pastores...” Isto quando deveriam ser os mesmos a ter a incumbência de descobrir vocacionados, orientá-los, treiná-los, enviá-los aos campos não alcançados e sustentá-los dignamente, mas na prática são os que se opõem a tudo isso.