14 de julho de 2013

RICHARD WURMBRAND - O GRANDE HERÓI DA ROMÊNIA


IMPRESSIONANTE VÍDEO DO PASTOR QUE FICOU 14 ANOS NA PRISÃO POR AMOR A JESUS FAZ NÓS REPENSARMOS NOSSO CRISTIANISMO.

RICHARD WURMBRAND    Fundador da vóz dos mártires
O Pastor Richard Wurmbrand foi o pastor evangélico que passou quatorze anos como prisioneiro dos comunistas, torturado em sua própria terra natal, a Romênia. Poucos nomes são tão conhecidos naquele país, onde ele é um dos mais reconhecidos cristãos, como líder, autor e educador.
Em 1945, quando os comunistas tomaram o poder na Romênia e tentaram submeter as Igrejas aos seus propósitos, Richard Wurmbrand imediatamente deu início a um ministério “subterrâneo” – eficiente e vigoroso – destinado à pregação do Evangelho tanto a seus compatriotas escravizados quanto aos soldados russos que invadiram o país. Foi preso em 1948, com sua esposa, Sabina, que cumpriu pena de trabalhos forçados por três anos, no Canal do Danúbio. O Pastor Richard passou três anos na solitária, sem ver ninguém a não ser seus torturadores comunistas. Depois foi transferido para uma cela comum, onde as torturas continuaram por mais cinco anos.
Devido a sua posição internacional como líder cristão, diplomatas de embaixadas estrangeiras questionaram o governo comunista acerca da segurança de Wurmbrand, dizendo que ele fugira da Romênia. Agentes da polícia secreta, fingindo-se de ex-companheiros de prisão, disseram a Sabina terem assistido ao funeral de seu marido no cemitério da prisão. Recomendaram à família na Romênia e aos amigos de outros países que o esquecessem, porque já estava morto.
Após oito anos e meio de prisão, ele foi libertado e imediatamente retomou seu trabalho com a Igreja Subterrânea. Dois anos depois, em 1959, ele foi preso mais uma vez, e sentenciado a vinte e cinco anos de prisão.
Wurmbrand foi libertado quando de uma anistia geral ocorrida em 1964, e novamente continuou seu ministério clandestino. Levando em consideração o grande perigo de ser preso pela terceira vez, cristãos noruegueses negociaram com as autoridades comunistas sua permissão para deixar a Romênia.




"O Cristianismo tornou-se dramático entre nós. Quando vocês do mundo livre


conquistam uma alma para Cristo, ganham um membro para uma igreja que vive

tranqüila. Nós, quando vemos um aceitar a Cristo, sabemos que ele pode muito bem ser

preso e que seus filhos podem tornar-se órfãos". A alegria de trazer alguém a Cristo

sempre se mescla com a preocupação de que um preço há de ser pago.

Encontramos nos crentes da Igreja Subterrânea um tipo de todo diferente.

Aqui tivemos muita surpresa. Como existem muitos que pensam ser crentes, quando na realidade,não
o são,  assim encontramos entre os russos muitos que pensam ser ateus, quando realmente não

o são." ( WURMBRAND sobre o evangelho na Romênia )