11 de março de 2014

Samuel Chadwick O discipulador de Leonard Ravenhill


Samuel Chadwick
 

A pior maldição que um povo pode sofrer é ter uma religião movida à base de mera emoção e sensacionalismo. A ausência de realidade espiritual já é trágica; mas o aumento da falsa espiritualidade é pecado mortal. Samuel Chadwick

 

O Dr. Samuel Chadwick foi o presidente da Universidade Cliff (Inglaterra), onde Leonard Ravenhill teve a sua formação teológica. Acerca de Chadwick, disse Ravenhill:

 

“Anos mais tarde, Samuel Chadwick, apesar de estar com a saúde frágil, ainda mantinha seu ritmo de oração. Eu via sua luz acesa até tarde da noite, empenhando-se no estudo da Palavra e, no dia seguinte cedo, ele já estava em oração. Samuel Chadwick, enquanto viveu, foi uma labareda ardente no Espírito Santo.”

 

O Dr. Samuel Chadwick disse:

 

“Não há nada mais poderoso que a oração perseverante – como a de Abraão pleiteando por Sodoma; como Jacó lutando no silêncio da noite; como Moisés permanecendo na brecha; como Ana, embriagada de tristeza; como Davi com o coração quebrantado pelo arrependimento e pela dor; como Jesus suando sangue. Acrescente a essa relação, a partir dos registros da história da Igreja, sua própria observação e experiência pessoal, e sempre haverá o custo da paixão até o sangue. Essa é a oração eficaz que transforma mortais comuns em homens de poder. Essa é a oração que traz o poder, que traz o fogo, que traz a chuva. Ela traz vida, ela traz a presença de Deus.”

 

!