24 de agosto de 2015

O DIA DO ACERTO DE CONTAS CHEGOU - PARTE 2 R G LEE

O DIA DE PAGAR SUAS CONTAS CHEGOU (parte 2 )
R G LEE

E agora, considere a terceira cena nesta tragédia de "dia do acerto de contas." Isto é:
A ESPOSA MÁ
"E Jezabel, sua mulher."
Quando Acabe disse que  "não comeria pão," os servos, o fizeram saber a  Jezabel. O que ela disse a eles, nós não sabemos. Algo do que ela disse a Acabe sabemos. Intrigado e provocado com a notícia de que o marido não iria comer - que ele tinha ido para a cama quando não era hora de dormir - Jezebel foi investigar. Ela o encontrou na cama com o rosto virado para a parede, com os lábios inchados de chorar, com os olhos ardendo de raiva, seu coração obstinado em ímpia rebelião.

Olhando para ele, em seguida, ela sem dúvida, como é o costume com as mulheres, até este dia, colocou a mão em sua testa para ver se ele tinha febre. Ele teve febre, sem dúvida! Ele foi criado no fogo do inferno, assim como uma língua maligna (Tg 3: 6.). Então, com uma voz de solicitação "doce", ela buscou o motivo de sua raiva. Ela perguntou, na língua de gíria dos nossos dias: "Qual é o problema com você, Big Boy?" Mas, nas palavras da Bíblia: "Por que está o teu espírito tão triste, que tu não comes pão?" (I Reis 21: 5). Então, com a boca cheia de lamúrias, com seu coração obstinado em rebelião contra o mandamento de Deus, ele disse a ela - cada palavra sua cheio de petulância:
Porque falei a Nabote, o jizreelita, e lhe disse: Dá-me a tua vinha por dinheiro; ou então, se agradar a ti, te darei outra vinha para ele, e ele respondeu: Eu não te darei a minha vinha (I Reis 21: 6).
Cada palavra que ele disse pareciam  como um chicote em cima de uma pele nua no maligno coração desta bruxa que nunca teve qualquer preocupação com o bem-estar de qualquer pessoa que não adoravam seu deus, Baal - que nunca teve qualquer conscienciosa consideração pelos direitos dos outros.
Riu-se a megera  de escárnio e com a língua, afiada como uma navalha, ela estimula Acabe como um cocheiro  cutuca o cavalo para ele correr mais, ela o instiga como uma vespa com seu ferrão de sarcasmo! Que fúria nos gritos de sua repreensão!  Seu peito arfava com raiva! Seus olhos estavam piscando com raiva sob a onda de raiva quente que tomou conta dela.





"Você não é o rei deste país?" ela repreende Acabe com sua língua afiada como uma lâmina de açougueiro. "Como você pode comandar um exército se não manda em um reles plebeu?" Eu pensei que você era rei por estas bandas! E aqui você está chorando como um bebê e não vai comer nada, porque você não tem coragem de tomar um pouco de terra. Você! Ha! Ha! Ha! Ha! Você , o rei de Israel, permitiu-se ser desobedecido e desafiado por ou por um rude camponês. Você é mais cortês e atencioso com ele do que você é com sua rainha! Vergonha em você! Mas agora você vai deixá-lo para mim! Eu vou pegar essa vinha para você, e tudo o que eu preciso é que você não faça perguntas. Deixe este negócio para mim Acabe! "
E Jezabel, sua mulher lhe disse: Governas tu agora o reino de Israel? levanta-te, e come o pão, e deixe teu coração ser feliz: eu te darei a vinha de Nabote, o jizreelita (I Reis 21: 7).
Acabe sabia que Jezabel iria as últimas conseqüências para cumprir o que falou então ele se afastou de sua presença, então Jezabel, sem dúvida, fez cócegas debaixo do queixo com os dedos, e disse:. "Levante-se agora e vá comer alguma coisa pois eu vou agora  a vinha de Nabote, o jizreelita! "
Agora, vamos pensar , O que pode assim inspirar um homem a fazer coisas nobres? Ou como em nosso caso, o que pode degradar tão completamente um homem ou uma mulher a ter tendências tão indignas? Nos versos anteriores temos  a resposta, "E fez Acabe, filho de Onri o que era mau aos olhos do Senhor, sobretudo os que foram antes dele" (I Reis 16:30), e de volta do que Elias falou, "te vendeste para trabalhar mal aos olhos do Senhor "(I Reis 21:20), e a seguinte declaração explica ambas as outras afirmações:". porque Jezabel, sua mulher, o incitava Ela era o reservatório poluído a partir do qual os fluxos de sua própria iniqüidade encontrado poderoso aumentoEla era a bolsa venenosa de onde saia o veneno das presas de AcabeEla era o abismo de enxofre de onde o fogo da iniqüidade de Acabe  encontrada combustível para queima mais intensaEla era a pedra de afiar que o Diabo lhe forneceu para afiar suas armas de maldade.
"A vida espiritual de uma nação, cidade, escola, igreja ou em casa nunca se eleva mais alto do que a vida espiritual das mulheres."
Pesquise nas páginas da Bíblia e em tudo o que você quiser; história estudo tudo o que você quiser. E você vai encontrar uma verdade que se destaca acima algumas outras verdades. O que é que a verdade? A verdade que a vida espiritual de uma nação, cidade, escola, igreja ou em casa nunca se eleva mais alto do que a vida espiritual das mulheresQuando as mulheres caem moral e espiritualmente, homens também caem  moralmente e espiritualmente.  Quando as mulheres são aleijadas moral e espiritualmente, homens mancam moralmente e espiritualmente. A degeneração da feminilidade ajuda a decadência da masculinidade.
Que tragédia quando qualquer mulher pensa mais em beleza e vaidade própria do que na virtude, nas pérolas do que na adoração, nos enfeites do que nas vestes da santidade, nos espelhos do que na vida comum do lar! Que tragédia quando qualquer mulher sacrifica sua  decência no altar da degradação !
Fazemos  aqui - algumas perguntas. Quem dominou o papado em seus dias mais vergonhosos? Lucretia Borgia - uma mulher. 
Quem realmente ordenou o massacre do dia de São Bartolomeu? Catarina de Médici - uma mulher. 
Quem respirou fúria através de Robespierre naqueles dias sombrios e sangrentos na França, quando a guilhotina foi decepar as cabeças da realeza? Uma mulher - determinada, diabólica, dominante! 
Quem causou Sansão ter os olhos vazados  para ser um prisioneiro dos filisteus, depois de ter sido juiz em Israel durante vinte anos? Dalilah - uma mulher! 
Quem fez Davi trocar sua coroa por uma carícia?  Bate-Seba - uma mulher. 
Quem fez Herodes  dançar no inferno? Herodias - uma mulher!
 Quem era como uma cadeia pesada em volta do pescoço do governador Felix para a vida ou a morte, ? Drusilla - uma mulher! 
Quem, por mentir e estratagema diabólico, enviou o José impecável para a cadeia porque ele se recusou a ela, a proposta inadequada sujo? A esposa de Potifar. 
Quem sugeriu a Hamã que ele construir uma alta forca sobre a qual pendurar Mordecai, o judeu? Zeres - uma mulher - sua esposa! 
Quem disse a Jó no meio de suas calamidades, financeiros e físicos, para amaldiçoar Deus e morrer? Uma mulher - sua esposa. 
Quem fez marco Antônio  jogar fora o mundo que estava aos seus pés e  seguir a feiticeira do Nilo de volta para o Egito? A feiticeira si mesma, Cleopatra - uma mulher - a bela serpente enrolada no trono dos Ptolomeus.
Assim também era uma mulher, uma idólatra sacerdotisa de Baal, instigou o rei de Israel a coisas horríveis. Pegue-se os crimes de  qualquer idade, da classe alta e da classe baixa e se observará que por traz de quase todos  sempre se encontra uma mulher. Só Deus Todo-Poderoso conhece a história completa das tramas sujas chocados por mulheres de coração maligno.
Mas deixe-me dizer, aliás, se as mulheres têm dominado os homens para o mal, eles também os têm  para o bem - e temos o prazer de fazer declaração de que algumas das flores mais perfumadas que crescem no jardim de Deus e alguns dos mais doces e  mais saborosos frutos  que amadurecem em pomares espirituais de Deus estão lá por causa da fé de uma mulher, do amor da mulher, da oração da mulher, da virtude da mulher, das lágrimas da mulher, e da devoção da mulher que ama a Cristo.
Mas, quanto a Acabe, foi Jezabel que lhe despertou o lado negro de sua personalidade e fez desabrochar a flor da maldade em seu coração, mais do que ele podia conceber ou sua própria mão  poderia executar.
Vamos vir para a próxima cena terrível nesta tragédia do pecado. A próxima cena é: 

"E

la

Jezabel ordena a morte de Nabote

Então, escreveu cartas em nome de Acabe, e as selou com o seu sinete, e mandou as cartas aos anciãos e aos nobres que havia na sua cidade e habitavam com Nabote. E escreveu nas cartas, dizendo: Apregoai um jejum e ponde Nabote acima do povo. 10 E ponde defronte dele dois homens, filhos de Belial, que testemunhem contra ele, dizendo: Blasfemaste contra Deus e contra o rei; e trazei-o fora e apedrejai-o para que morra.

Esta carta, era uma paródia hedionda em nome da religião. Fazendo do direito que todo proprietário tem de recusar  uma oferta pela sua propriedade uma  blasfêmia, e, por uma lei divina, a propriedade do blasfemo e rebelde foi para a coroa. "Justiça! Quantos traidores da verdade sagrada tem arrastado o inocente à destruição!"
Talvez as tintas que escreveram esta carta nunca viram algo assim, desde que a escrita foi inventada pelo homem, cada gota tinha em si o veneno da víbora. Cada sílaba de cada palavra de cada linha de cada frase estava cheio de ódio em direção aquele homem que tinha feito apenas o bem continuamente. Ele foi feito um carrasco por não ter mudado seus princípios justos para o capricho de um rei. Toda a carta era uma sentença de morte diabólica.
A carta trazia o selo real, o sinete do rei. Ela lacrou as letras com anel de Acabe (I Reis 21: 8). Quando Acabe pôs o seu selo sobre a carta, ele sabia que isso significaria a morte para Nabote, mas ele não fez perguntas. " Jezabel era astuta, tal qual o seu pai , o diabo, e Ela entendeu perfeitamente a paixão de um judeu devoto e sabia que se Acabe fosse tido por blasfemador, certamente não ficaria impune.
"Proclamai um jejum!" O jejum sempre foi um sinal de humilhação diante de Deus. de humilhar a si mesmo no pó diante do "Alto e do Excelso, que habita na eternidade." A Armadilha  era mentir ao povo que a comunidade estava sob a ira de Deus por conta de um grave crime cometido por um dos seus membros, o que é crime a ser expostos e punidos. Então, também, o jejum envolveu uma cessação do trabalho, um feriado, para que os cidadãos teriam tempo para assistir à reunião pública.
Nabote foi colocado onde todos podiam vê-lo de perto e  observarem sua postura sob a acusação. "E foi definido dois homens, filhos de Belial, diante dele." Jezabel usou a lei e suas mentiras para condenar Nabote! Pois a lei requeria duas testemunhas em todos os casos em que a punição era a morte. "... Na boca de duas testemunhas, ou três testemunhas, ele será morto" (Deut. 17: 6). As testemunhas exigidas por Jezebel eram homens sem caráter, os homens que levaria subornos e jurariam  por qualquer mentira para pegar o dinheiro.
Vemos que Jezabel tomou como certo que Nabote seria condenado.
E assim um dia, enquanto Nabote trabalhova na sua vinha, a carta desceu para Jezreel. E uma noite, enquanto Nabote falou na porta da casa com seus filhos ou vizinhos, a carta  que trazia a sua morte era conhecida pelos anciãos da cidade. E naquela noite, enquanto ele dormia com a sua mulher em seu leito, os cães de morte vindos  dos canis do inferno pelos dedos adornados de jóias da esposa de um rei estavam em seus calcanhares
O JEJUM FATAL
"Eles proclamaram um jejum."
E  que  preocupação deve ter caido na casa de Nabote, quando eles souberam  que a coluna da casa estava para ser posta no "banco dos réus" e que a acusação era a que Nabote era o responsável por uma calamidade Nacional.
Todos souberam do jejum  e as multidões curiosas correram para ver quem tinha sido acusado do crime que tornou necessário o apaziguamento da ira ameaçadora de um Deus irado.
Sim, Jezabel sabia da fraqueza dos governantes de Jezreel, e de sua falta de discernimento, seja por medo de ofender o rei ou movidos de inveja contra a sua própria iniqüidade, ela sabia que eles  realizariam as suas instruções ao pé da letra. Eles eram ferramentas prontas e eficazes em suas mãos. Sem dúvida, ela tinha testado o seu caráter como seus "meninos de açougueiro" na matança dos profetas do Senhor.
E eles fizeram! "E lá vieram dois homens, filhos de Belial, e sentaram-se diante dele" (I Reis 21:13).  Lobos sangrentas de Satanás pronto para matar uma das ovelhas de Deus!  "E os filhos de Belial testemunharam contra ele, contra Nabote, na presença do povo, dizendo: Nabote blasfemou contra Deus e contra o rei" (I Reis 21:13).
Então, mãos fortes empurraram Nabote para um lugar fora dos muros da cidade e com pedras que eles bateram em seu corpo no chão.
Naboth caiu no chão como  um cedro majestoso desenraizadas pela tempestade furiosa. Sua cabeça por pedras é esmagado, como ovos esmagado pelo calcanhar de um gigante. Suas pernas são lascada! Seus braços estão quebrados! Suas costelas são dilaceradas. . Respingos de sangue como chuva carmesim caem pelo chão e ele dá o seu último suspiro. Nabote está morto - morto por amaldiçoar a Deus e ao rei como muitos foram levados a crer, mas na verdade morto por uma armação de uma feiticeira.
O que nós  aprendemos a partir de II Reis 9:26, que pela lei selvagem daqueles dias, a Nação de Israel viu seus filhos inocentes serem mortos com autorização da própria lei de Deus, pois seus filhos e toda sua família foram mortos com ele!
 E a propriedade de Nabote, ficou sem herdeiros, e foi revertida para a coroa.
Assim, aconteceu que de forma ordenada, em nome da religião e em nome do rei, Nabote realmente caiu, não pela mão do rei, mas pela condenação de seus concidadãos. Sim, o conservadorismo à moda antiga de Nabote  foi, na opinião de muitos, extremamente fora de lugar nesse estado "progressista" da sociedade. Não há dúvida que a austeridade do justo Nabote tinha feito ele ser  extremamente impopular em muitas maneiras na "progressista Jezreel, sua cidade." 
E desde que Jezebel realizado seu propósito de uma forma perfeitamente legal e ordenada e de uma forma "" maravilhosamente "democrática, vemos uma imagem fina da autocracia de trabalho através de métodos democráticos. E quando esses "cidadãos lealmente patrióticas" de Jezreel tinha deixado os corpos de Nabote e seus filhos para serem devorados pelos cães selvagens que rondavam depois do anoitecer e em torno da cidade, mandou dizer a rainha Jezabel que suas ordens tinham sido sangrenta e completamente obedecidas! "Depois mandaram dizer a Jezabel: Nabote foi apedrejado e morto" (I Reis 21:14).
Eu não sei onde Jezebel estava quando ela recebeu a notícia da morte de Nabote.  Mas, se eu julgar pela natureza maligna de sua  natureza, eu digo que ela recebeu a notícia trágica com prazer diabólico, com alegria eufórica.   O que lhe importava se a justiça tinha sido ultrajada apenas para que ela tivesse chegado a pequena parcela de terreno perto pelo seu palácio, no âmbito do qual foi cingida mal com o diadema? Nada! Será que algum aperto se viu em seu coração porque o sangue inocente havia sido derramado? Seria o mesmo que  perguntar se o leão faminto chora sobre o cordeiro que devora.
Então ela correu  para onde Acabe estava e  ela lhe contou a "boa" notícia. Ela realizou com sucesso o que os outros não conseguiram." Ela tinha sido "valente" e "sábia" - e por isso seu marido agora poderia  descer para a vinha e chamá-lo a sua própria.
Em suas palavras e maneiras houve euforia na fronteira com o satânico. "Levanta-te!" ela disse. "Vai-te para baixo e tomar posse da vinha de Nabote. Eu te disse que eu iria receber sua vinha para ti.!"
E sucedeu que, ouvindo Jezabel que Nabote fora apedrejado e morrera, que Jezabel disse a Acabe: Levanta-te, toma posse da vinha de Nabote, o jizreelita, a qual se recusou dar-te por dinheiro; porque Nabote não está vivo , mas mortos (I Reis 21:15).
A visita a VINHA
"Acabe levantou-se para descer para a vinha."
Jezebel deve ter desfilado com orgulho perante Acabe, quando ela lhe foi dar a notícias de que a vinha que ele queria comprar agora era sua por nada! 
"E sucedeu que, ouvindo Acabe, que Nabote já era morto, que Acabe, levantou-se para descer para a vinha de Nabote, o jizreelita, para tomar posse dela" (I Reis 21:16). 
Sim, Nabote, o bom homem que "temia o senhor," está morto; E Acabe  não expressa nenhuma condenação desta conspiração terrível, culminando em um horror tão trágico. Embora com medo ou restringido por sua consciência de assassinato, ele não teve escrúpulo em aproveitar-se dos resultados de tal crime, ele vangloriou-se de que, pelo gênio esplêndido de sua rainha em matéria de sangue, ele, apesar de não ter nenhuma participação no crime que levou Nabote à morte, pode, bem como um outro, "receber o benefício de sua morte."
A viagem de vinte e poucas milhas vinte  de Samaria para Jezreel é longa. Jeú para os cavalos  fora do portão para a vinha.  As mãos de servos prontos abrir o portão. Bidkar abre a porta carro. E Acabe desce para conhecer o seu novo parreiral que adquiriu como o sangue de Nabote. Ele vê, no solo macio, pegadas de Nabote. Por perto, sem dúvida, as pegadas menores de sua esposa também estão lá. Mas  Nabote está morto, e a cobiçada vinha  é agora de Acabe pela "conspirações suave" da rainha da sua casa. Talvez Acabe, enquanto ele caminha pela vinha percebe o trabalho de treliça fina que as mãos de Nabote tinha amarrado junto das vinhas para elas crescerem.Talvez, ele tenha imaginado onde  Nabote e seus filhos se sentavam para descansar depois de labuta do dia, ou onde era o poço onde águas cristalinas iam saciar a sede ou regar as vinhas em tempo de seca.
DEUS MANDA SEU PROFETA
E enquanto Acabe passeia entre as videiras, o que aparece que lhe chama a atenção?    Carros de guerra ao longo da estrada?- Não. Um grande vende que vem do deserto varrendo as coisas antes dele? -Não;  Uma enorme serpente ameaçando cercá-lo e ferir seu calcanhar? Não; não uma serpente. O que então? O que alarmou Acabe assim? vamos segui-lo e ver.
"
.Enquanto ele conversa com o seu jardineiro, de repente, uma sombra cai em seu caminho. Rápido como um raio Acabe gira em seus calcanhares, e ali, diante dele, está Elias, o profeta do Deus vivo. As bochechas de Elias são morenas; seu olho é afiado e penetrante; como brasas de fogo, seus olhos ardem com justa indignação em suas órbitas; seus suspiros seio; sua cabeça está erguida. Sua única arma é o seu trage: a sua única túnica uma pele de carneiro, e um cinto de couro em torno de seus lombos. Como uma aparição do outro mundo, como o fantasma no Banquete na festa de Macbeth, Elias, com uma rapidez aterradora, está diante de Acabe. Acabe não tinha visto Elias por cinco anos. Acabe pensou Elias havia sido intimidado e silenciado por Jezebel, mas agora o profeta confronta-o com sua sentença de morte do Senhor Deus Todo-Poderoso.
Para Acabe há uma eternidade de agonia nos poucos momentos que ficam assim, cara a cara, olho no olho, de alma para alma! Sua voz é rouca, como o grito de um animal caçado. Ele treme como um cervo caçado antes das bocas dos cães ferozes. De repente, seu rosto fica branco. Seus lábios tremem. Ele tinha ido para tomar posse de uma vinha, cobiçado por um jardim de ervas; e lá está ele cara a cara com justiça, face a face com honra, frente a frente com o juízo. A vinha, com o sol brilhando sobre ela agora, é tão negra como se fosse parte da meia-noite que reuniu em juízo. "Sua alma parecia ter descido ao abismo das trevas"
"E disse Acabe a Elias, Já me achaste, inimigo meu?" (I Reis 21:20) e Elias, sem um tremor em sua voz, seus olhos abrindo um caminho de fogo pela alma culpada de Acabe, respondeu: "Achei-te; porque tu já vendeu-te a trabalhar mal aos olhos do Senhor. " Então, com um raio em cada palavra, e cada frase uma denúncia fulminante, Elias continuou:
Porventura não mataste e tomaste a herança de Nabote? . . . Assim diz o Senhor: No lugar em que os cães lamberam o sangue de Nabote, os cães lamberão o teu sangue, o teu mesmo. . . Eis que eu trarei mal sobre ti, e lançarei fora a tua posteridade. . . E farei a tua casa como a casa de Jeroboão, filho de Nebate, e como a casa de Baasa, filho de Aías, por causa da provocação com que tu me provocaram à ira, fazendo Israel pecar! (I Reis 21: L9, 21,22).
E, em seguida, dobrando outras palavras impiedosamente como um terrível flagelo para o trêmulo e covarde monarca, Elias disse:
E também acerca de Jezabel falou o Senhor, dizendo: Os cães comerão a carne de Jezabel junto ao antemuro de Jezreel. Quem morrer a Acabe na cidade, os cães o comerão; e o que morrer no campo, as aves do céu comer (I Reis 21: 23,24).
E, com essas palavras, fazendo com que Acabe se escondesse como um se encolhe e recua de uma víbora sibilante, deixando a  vinha de Nabote, Elias seguiu o seu caminho - como era seu costume tão de repente a aparecer e a desaparecer tão rapidamente.
Acabe tinha vendido a si mesmo por nada, como fez Acan por um manto  e um lingote inútil, como fez Judas por trinta moedas de prata que nem esquentaram na sua mão, mas queimaram o interior de sua alma e ele só pode encontrar alívio no laço de uma forca. 
E quando Acabe voltou para o carro para voltar para Jezebel - o sapo vil tomou rumo para o seu castelo de volta, onde a víbora a bela víbora enrolada no trono o aguardava - os cascos dos cavalos batendo na estrada batiam também em sua alma culpada e as palavras de Elias ressoavam em sua mente: "Algum dia - os cães lamberão o teu sangue Algum dia os cães comerão a carne de Jezabel junto as muralhas de Jezreel!". Deus havia falado! Será que isso iria acontecer?
E agora chegamos à última cena nesta tragédia,
O DIA DO PAGAMENTO CHEGOU
Deus quis dizer o que Ele disse? Ou Ele estava fazendo uma brincadeira sobre direitos autorais? Será que O ACERTO DE CONTAS IRIA MESMO CHEGAR? " O CASTIGO PARA QUEM PECA está escrito na constituição do céu em seu principal parágrafo. A providência retributiva de Deus é uma realidade tão certa como as leis da gravitação são uma realidade.
E para Acabe e Jezabel, o dia deles pagarem suas contas havia chegado, veio com tanta certeza como a noite segue o dia, porque o pecado traz em si a semente de sua própria pena fatal.
Dr. Meyer diz: "De acordo com a constituição do mundo de Deus, o malfeitor será abundantemente punido." Os pais semeiam o vento e as crianças colhem tempestades. Uma geração trabalha para semear o joio, e a próxima geração colhe joio e desgraça imensuráveis. Para o indivíduo que caminha longe da palavra de Deus, um terrível dia de pagamento vem. Para a nação que se esquece de Deus, o dia do acerto virá e se cumprirá o que está escrito "As nações que se esquecem de Deus serão lançados no inferno." Quando as nações pisotearem  os princípios do Todo-Poderoso, o resultado é que o mundo será castigado com muitos açoites.Vimos nações deslizar na Geena – e a fumaça do seu tormento subiu diante de nossos olhos dia e noite.
Para a casa que não tem espaço para o Cristo, morte e sepultura são certas. "Ichabod", foi-se a glória de Deus, será escrito sobre a igreja que amolecer e rebaixar o padrão da verdade e da santidade da "fé que uma vez foi  entregue aos santos". "
Um homem pode prostituir o Santo Nome de Deus e profaná-lo com seus lábios, mas ele está prevenido quanto ao dia de pagamento nas palavras: "O Senhor não terá por inocente o que tomar o seu nome em vão (Ex. 20: 7).
Um homem pode, se ele quiser, seguir o caminho de alguma mulher má e adultera; mas Deus não o abandona sem aviso quanto ao dia de pagamento, nas palavras:
Ele a segue logo, como boi que vai ao matadouro, e como o louco ao castigo das prisões; Até que uma flecha lhe atravesse o fígado; como um pássaro se apressa para o laço, e não sabe que é por sua vida. . . Por ela muitos cairam feridos; e são muitíssimos homens fortes que por ela foram mortos. A sua casa é caminho do inferno que desce para as câmaras da morte (Pv. 7: 22,23, 26, 27).
As pessoas podem beber álcool, se quiserem, e oferecer a garrafa condenável aos outros, se quiserem, mas a certeza do "Dia do pagamento” é lido nas palavras: “Os beberrões não herdarão o reino de Deus" (I Cor 6 : 10) e, nas palavras: "No seu fim morderá como a cobra, e como o basilisco picará." (Prov. 23:32). A certeza do "DIA DO ACERTO DE CONTAS" é para todos os que não consideram Deus e a sua palavra e é nos apresentado nas palavras de um  poeta desconhecido:
Você vai pagar. O conhecimento de seus atos vão ficar  mais pesados em sua mente a cada dia que passa.
Quanto mais você sobe, mais você ganha,
mais você vai sentir a pressão incômoda.  O medo para sempre vai tirar a paz de sua alma e nunca se livrará do peso de sua dívida;
A consciência cobra do bandido, muito
mais do que o valor do que ele roubou.
-“Agora ouça,  eu quero que você diga a esses jovens companheiros aqui algo para mim. Eu quero que você lhes diga que  o Diabo paga somente com dinheiro falso. "
Oh! Eu gostaria de poder dizer a todos os homens e mulheres e todos os meninos e meninas em todos os lugares a acreditar na verdade que Satanás sempre paga com dinheiro falso, que todas as suas pérolas são pérolas de plástico, que o néctar que ele oferece é doce mas cheio de veneno. Oh, que os homens aprendem a verdade e sejam avisado pela verdade que, se eles comem milho do diabo, ele vai forçá-los a comerem também a espiga.
.
Mas o que dizer de Acabe? Será que DIA DELE PAGAR SUAS CONTAS CHEGOU? Sim. Considere como. Três anos se passaram. Acabe ainda era rei. E ouso dizer que, durante esses três anos Jezabel havia lhe lembrado que eles estavam bebendo vinho das vinhas de Nabote. Eu posso ouvi-la dizer algo como isto quando se sentaram à mesa do rei. "Acabe, sirva-se com este bom vinho, que não nos custou nada. Elias disse que os cães estavam indo para lamber seu sangue. Eu acho que seus cães perderam seus olfatos e saíram da trilha.. "
Mas eu acho que, durante esses três anos, Acabe nunca ouvi um latido de cão que ele não se assustasse e tremesse.
Um dia Josafá, rei de Judá, visitou Acabe. A Bíblia nos diz o que aconteceu - o que foi dito, o que foi feito:
E o rei de Israel disse aos seus servos: Não sabeis vós que Ramote-Gileade é nossa, e nós estamos quietos, e sem a tomar da mão do rei da Síria? E ele disse a Josafá: Irás tu comigo à peleja, a Ramote-Gileade? E Josafá disse ao rei de Israel: Eu sou como tu és, meu povo é como o teu povo, os meus cavalos como os teus cavalos (I Reis 22: 3,4).
Então o rei de Israel e Josafá, rei de Judá, subiram a Ramote-Gileade (I Reis 22:29).
Acabe, depois de Josafá havia prometido ir com ele, em seu coração estava com medo, e tinha pressentimentos tristes, premonições terríveis, medos horríveis. Lembrando as palavras de Elias fulminantes, três anos antes, ele se disfarçou - colocou armadura em seu corpo e cobriu esta armadura com roupas do cidadão comum.
E o rei de Israel disse a Josafá: Disfarçando-me eu, e entrarei na peleja; mas coloca você as tuas vestes. E o rei de Israel disfarçou-se, e entrou na batalha (I Reis 22:30).
O general sírio tinha dado ordens para matar apenas o rei de Israel - Acabe.
Mas o rei da Síria ordenou aos seus trinta e dois capitães que tinham domínio sobre seus carros, dizendo: Não pelejareis nem contra pequeno nem contra grande, senão só contra o rei de Israel (I Reis 22:31).
Josafá não foi ferido, embora ele usava suas vestes reais.
E sucedeu que, vendo os capitães dos carros a Jesafá, disseram: Certamente este é o rei de Israel. Viraram-se, para pelejar com ele, e Josafá gritou. E sucedeu que, vendo os capitães dos carros que não era o rei de Israel, que eles deixaram de segui-lo (I Reis 22: 32,33).
Enquanto corcéis de guerra relinchavam na batalha e carros de guerra bramiam suas rodas e escudos se chocaram em escudos e lanças e flechas zuniam por todo o campo de batalha, uma seta mensageira da  morte, disparada por um arqueiro sem rumo e sem nome, encontrou a rachadura na armadura de Acabe.
Um homem entesou o seu arco ao acaso, e feriu o rei de Israel por entre as únicas e pequenas frestas da sua armadura: Pelo que disse ao seu escudeiro, Vire a tua mão, e tira-me da batalha; porque estou ferido. E a batalha foi crescendo naquele dia, e o  rei foi suportou até por um pouco mas  morreu à tarde; e o seu sangue correu para fora  do carro. . .; e os cães lamberam-lhe o sangue;   conforme a palavra do Senhor, que Ele falou (I Reis 22:34, 35, 38).
Assim ficamos a saber que nenhum homem pode fugir às leis de Deus com impunidade. Todas as leis de Deus são seus próprios algozes. Eles têm penas estranhas em anexo. As águas roubadas são doces. Mas cada gota de doçura faz uma libra de náusea.  E não há nenhuma terra para a qual você pode fugir e escapar de seus oficiais de justiça. Todos os dias seus sabujos estão a rastrear os homens e mulheres que lhe devem para que paguem o que devem.
Mas o que dizer de Jezebel? Será que para  ela o ACERTO DE CONTAS NÃO IRIA CHEGAR? Sim - depois de vinte anos. Após a morte de Acabe, depois de os cães terem  lambido seu  sangue, ela praticamente governou o reino. Mas eu acho que ela entrou no templo de Baal em ocasiões e orou seu deus Baal para protegê-la de cães de Elias.
Elias havia sido levado de volta para o céu sem que a  morte o tivesse alcançado. Eliseu lhe tinha sucedido.
Depois o profeta Eliseu chamou um dos filhos dos profetas, e lhe disse: Cinge os teus lombos, toma este vaso de azeite na tua mão, e vai a Ramote-Gileade: E quando tu fores lá, convidem a Jeú o filho de Josafá, filho de Ninsi, e entrar, e fazer que ele se levante do meio de seus irmãos, e levem-o à câmara interior; Em seguida, tomem o vaso de azeite e despejem-o sobre a sua cabeça, e dize-lhe: Assim diz o Senhor, eu te ungi rei sobre Israel. Em seguida, abra a porta e fujam, e não tardem a voltar. Assim, o jovem profeta foi, a Ramote-Gileade. E quando chegou, eis que os chefes do exército estavam sentados ali; e ele disse, tenho uma palavra para ti, ó capitão. E disse Jeú: A qual de todos nós? E ele disse: A ti, ó capitão. E levantou-se, e entrou na casa; e ele derramou o azeite sobre a cabeça, e disse-lhe: Assim diz o Senhor Deus de Israel: Eu te ungi rei sobre o povo do Senhor, sobre Israel. E tu ferirás a casa de Acabe, teu senhor, para que eu vingue o sangue de meus servos, os profetas, e o sangue de todos os servos do Senhor, da mão de Jezabel. . . E eu vou fazer a casa de Acabe como a casa de Jeroboão, filho de Nebate, e como a casa de Baasa, filho de Ahijab: E os cães comerão a carne de  Jezabel no campo de Jizreel, e não haverá quem a enterre. E abrindo a  porta rapidamente fugiu o profeta (II Reis 9: 1- 7,9,10).
Jeú era apenas o homem para tal ocasião - furioso em sua raiva, rápido em seus movimentos, sem escrúpulos, mas zeloso em defender a lei de Moisés.
Saiu então Jeú aos servos de seu senhor; e um lhe perguntou: Vai tudo bem? Por que veio esse louco para ti? E ele disse-lhes: Vós conheceis o homem e o seu falar. E eles disseram: É mentira; diga-nos agora. E ele disse: Assim e assim falou ele para mim, dizendo: Assim diz o Senhor: Ungi-te rei sobre Israel. Em seguida,  cada um deles tomou a sua capa e a pôs debaixo dele, no topo das escadas, e tocaram a buzina e disseram: Jeú é rei (II Reis 9: 11-13).
Montou Jéu em seu carro, e levando com ele uma companhia  de seus soldados mais confiáveis, furiosamente  ele se  dirigiu 60 milhas para Jezreel.
Então Jeú subiu a um carro, e foi para Jezreel; porque Jorão estava deitado ali. E Acazias, rei de Judá, descera para ver a Jorão. E o atalaia estava na torre de Jezreel, e viu a tropa de Jeú, que vinha, e disse: Vejo uma tropa. Disse Jorão: Toma um cavaleiro, e envia-lhes ao encontro, e deixá-lo dizer: Há paz? Então lá se foi o cavaleiro lhe ao encontro, e disse: Assim diz o rei: Há paz? E disse Jeú: Que tens tu que fazer com a paz? Passa para trás de mim. E o atalaia deu, dizendo: O mensageiro veio até eles, mas ele não volta. Em seguida, ele enviou outro cavaleiro; e, chegando este a eles, disse: Assim diz o rei: Há paz? Respondeu Jeú: Que tens tu que fazer com a paz? Passa para trás de mim. 
E o atalaia deu a notícioa, dizendo: Também este chegou a eles, e não volta; e o andar se parece com o andar de Jeú, filho de Ninsi; pois ele cavalga furiosamente. Disse Jorão: Preparaio meu carro. E seu carro foi preparado. E Jorão, rei de Israel e Acazias rei de Judá, cada um em seu carro, e eles saíram ao encontro de Jeú, e se encontraram  com ele em frente a vinha de Nabote, o Jerreelite. E sucedeu que, vendo Jorão a Jeú, disse: Há paz, Jeú? E ele respondeu: Que paz, enquanto as prostituições da tua mãe Jezabel e as suas feitiçarias são tantas? E Jorão deu volta, e fugiu, dizendo a Acazias: Há traição, Acazias. E Jeú entesou o seu arco com toda a força, feriu Jorão entre as espáduas, e a flecha lhe saiu pelo coração; e ele caiu no seu carro.  Então Jeú disse a Bidcar, seu capitão: Toma-o, lança-o no pedaço do campo de Nabote, o jizreelita; porque, lembra-te de que, indo eu e tu juntos a cavalo após seu pai, Acabe, o Senhor pôs sobre ele esta sentença, dizendo:
Por certo vi ontem, à tarde, o sangue de Nabote e o sangue de seus filhos, diz o Senhor; e neste mesmo campo te retribuirei, diz o Senhor. Agora, pois, toma-o e lança-o neste campo, conforme a palavra do Senhor.

2 Reis 9:25,26

"E quando Jeú veio a Jezreel, o que ouvindo Jezabel." Pausa! Quem é Jeú? Ele é o único que, 20 anos antes dos acontecimentos do presente capítulo a partir do qual citamos, montou-se com Acabe para  tomar vinha de Nabote, aquele que ao longo desses 20 anos nunca esqueceu essas palavras cheias de  terrível denúncia, que Elias falou. E quem é Jezebel? Oh! A mesma que escreveu a carta que tinha condenado Nabote  à morte.E o que é Jezreel? O lugar onde Nabote tinha sua vinha e onde Nabote morreu, sua vida lhe foi tirada por pedras nas mãos de bandidos. "E quando Jeú veio a Jezreel, o que ouvindo Jezabel, se pintou em seu rosto, e enfeitou a sua cabeça, e olhou por uma janela."
Só aqui eu penso no que o poeta, Leslie Clark Savage, escreveu:
A partir da janela do palácio ela olhou para baixo,
Cheia de realeza, desdenhosa, orgulhosa,
E observava com frios olhos indiferentes
a cena que imaginara nunca acontecer, que  o dia dela receber o salário do pecado havia chegado,
e a sua coroa estava prestes a cair ...
Nem ela observou os cães famintos já latindo debaixo da sacada onde ela estava.
Quando Jeú, o novo rei pela vontade e palavra do Senhor, entrou pela porta, ela perguntou: "Teve paz Zinri, que matou a seu senhor?" E Jeú levantou o rosto para a janela e disse: "Quem está do meu lado?  E então olharam para ele dois eunucos E ele disse: Lançai-a para baixo?". (II Reis 9: 30-33).
Então disse ele: Lançai-a daí abaixo. E lançaram-na abaixo; e foram salpicados com o seu sangue a parede e os cavalos, e Jeú a atropelou.
Entrando ele e havendo comido e bebido, disse: Olhai por aquela maldita, e sepultai-a, porque é filha de rei.
E foram para a sepultar; porém não acharam dela senão somente a caveira, os pés e as palmas das mãos.
Então voltaram, e lho fizeram saber; e ele disse: Esta é a palavra do Senhor, a qual falou pelo ministério de Elias, o tisbita, seu servo, dizendo: No pedaço do campo de Jizreel os cães comerão a carne de Jezabel.
E o cadáver de Jezabel será como esterco sobre o campo, na herdade de Jizreel; de modo que não se possa dizer: Esta é Jezabel.

2 Reis 9:33-37


Estes homens colocaram  os dedos fortes em sua carne macia e feminina e a pegaram pela sua mão fina, coberta de jóias e a  atiraram para baixo. Seu corpo bateu a rua e se abriu. 
E Jeú dirigiu seus cavalos e carruagem sobre ela. Lá, ela encontra-se, retorcendo em agonia na rua. Seu corpo é esmagado pelas rodas dos carros. No seu seio branco estão as marcas  negras de cascos dos cavalos. Ela está sibilando como uma víbora no fogo. Jeú foi embora e deixou-a lá.

E, quando chegou, depois que ele comeu, e bebeu,  disse: Vai, vê agora essa mulher maldita, e enterrá-la, pois ela é a filha de um rei. E foram para a sepultar; e na cabana não acharam dela senão a caveira, os pés e as palmas de suas mãos (II Reis 9:34, 35). E os cães haviam já bebido o seu sangue e comido a sua carne, conforme a palavra do Senhor.