14 de junho de 2018

PREFÁCIO DO LIVRO GUERRA CONTRA OS SANTOS De Jessie Penn-Lewis


Resultado de imagem para guerra contra os santosPREFÁCIO DO LIVRO GUERRA CONTRA OS SANTOS
Resultado de imagem para guerra contra os santosDe Jessie Penn-Lewis
Guerra Contra os Santos, publicado pela primeira vez em 1912, já sofreu muitos ataques, inclusive de colaboradores do círculo mais próximo da sra. Penn-Lewis. Essa obra já foi descrita como "o trabalho cristão definitivo em todos os tempos sobre batalha espiritual".
 Hoje, muito se fala sobre batalha espiritual e assuntos correlatos. Mas há algo especial em Guerra Contra os Santos. Este livro denuncia as obras de engano de Satanás e seu exército, enquanto a maioria dos livros dá atenção apenas às manifestações "sobrenaturias" dos demônios. Jessie PennLewis denuncia a possibilidade de os mais sinceros e maduros cristãos serem enganados e desviados por demônios.
Resultado de imagem para guerra contra os santos
Se desejamos, de fato, a maturidade cristã e a plena vitória em nossa luta contra as trevas, precisamos saber que podemos ser grandemente influenciados por demônios mesmo após a conversão.
Parece-nos claro que há uma atitude, um empenho deliberado em impedir que essas verdades cheguem ao conhecimento do povo de Deus. Há alguém que deseja se aproveitar da ignorância dos filhos de Deus para subjugá-los e enganá-los, a fim de obter o que sempre desejou: ser aclamado como Deus.
Por desconhecimento dos fatos apresentados por Jessie Penn-Lewis, muitas obras satânicas têm sido aplaudidas como "manifestações poderosas de Deus".
 Não é sem importância o fato de que, perguntado sobre os sinais de Sua volta, o Senhor tenha iniciado Sua resposta dizendo: "Vede que ninguém vos engane" (Mt 24.4). Eis o grande risco dos tempos do fim: sermos enganados.
 Resultado de imagem para guerra contra os santos
Uma "bomba atômica" espiritual, é assim que chamo esta tão rica obra


O profeta Oséias declara que o povo do Senhor "está sendo destruído, porque lhe falta o conhecimento" (4.6). Declaramos aqui que mais um pouco de conhecimento do Eterno e das hostes inimigas é trazido ao Corpo de Cristo por meio desta obra, e que este conhecimento será auxílio nas mãos do Senhor para livrar o povo da destruição diária a que está exposto por sua ignorância.
Que o Senhor derrame nova unção em sua vida! Não é incrível que a maioria dos cristãos nem mesmo saiba que há uma guerra acontecendo?
Publicado há 60 anos, Guerra Contra os Santos se torna cada vez mais contemporâneo com o passar dos anos, pois Jessie Penn-Lewis escreveu a obra com visão profética precisa. As obras de Satanás que ela percebeu tão claramente em sua época, quando ainda não eram aparentes para a maioria, já tinham as marcas inconfundíveis do fim dos tempos. Muitas das situações que ela previu naquela época estão-se cumprindo em nossos dias.. Guerra Contra os Santos, lida com a natureza da obra dos demônios e seus métodos e táticas. È o único livro COMPLETO sobre esse importante assunto. Guerra Contra os Santos, como uma obra única em sua categoria, não tem comparação. Este livro equipará o leitor consciencioso para duas coisas: como não ser ignorante quanto aos planos do diabo e como ser mais do que vencedor sobre ele. "Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau, e, depois de terdes vencido tudo, permanecer inabaláveis" (Ef 6.13). ]

Da mesma forma que acontece no domínio físico e mental da experiência humana, o mundo espiritual tem suas anomalias e doenças, e este livro é um "Manual sobre a obra de espíritos enganadores entre os filhos de Deus, e o caminho da libertação."
Em seu prefácio à primeira edição, a sra. PennLewis escreveu: Para o homem natural, que tem no máximo uma compreensão mental das coisas espirituais, a linguagem usada [neste livro] pode não fazer sentido algum, mas cristãos de todos os estágios de crescimento na vida espiritual, que simplesmente "bebem" o que conseguem entender e deixam o restante para aqueles que têm uma necessidade mais profunda - até que eles mesmos atinjam esse nível de necessidade mais profunda - receberão muita luz sobre assuntos dentro dos seus horizontes.
O livro é principalmente para aqueles que já se envolveram em algum sistema falso de ensino religioso que tenha inspiração nas mentiras de Satanás e não na verdade equilibrada e sã da Palavra de Deus, e tenham, assim, se aberto para experiências espirituais anormais que quase sempre resultam em ação e opressão demoníaca. O sofrimento suportado por essas verdadeiras marionetes dos poderes das trevas é intenso,  têm havido muitos testemunhos, dados por esses leitores, sobre libertação e auxílio recebidos pela leitura destas suas páginas.
O segundo tipo de leitor, para o qual este livro é de valor inestimável, é o obreiro cristão que se vê frente à frente com casos de anormalidade espiritual, que, por sinal, parecem ser cada vez mais numerosos nestes tempos de intensa atividade satânica. Para tais leitores, estas páginas trarão luz e direção, ”Rev. J. A. Macmillan sobre possessão demoníaca. Um parágrafo de um desses artigos diz assim: Sobre pastores e evangelistas está a maior responsabilidade que é o ensino do rebanho de Deus. E uma responsabilidade que é especialmente deles é a de discernir os sinais de obras do inimigo e libertar suas ovelhas. É deles também a responsabilidade de ensinar e avisar quanto aos perigos que ameaçam os que têm mente espiritual. Deve-se ter em mente que as "regiões celestiais", nas quais os santos são introduzidos pela sabedoria e graça divinas, são habitadas nesta dispensação atual pelas "potestades do ar".
O crente que busca as experiências mais profundas da vida espiritual pode cair no engano, a menos que ele saiba que "o próprio Satanás se transforma em anjo de luz" às vezes, e que nosso arquiinimigo se sente à vontade em reuniões cristãs onde os líderes sérios são ignorantes à respeito de suas artimanhas.

O crente que busca a Deus deve ter os olhos fixos no Trono. O que a alma rendida deve buscar é a vontade de Deus como seu principal e único objetivo, vigiando sempre para que sua mente não se prenda a coisas que possam promover carnalidade e ser assunto de vontade própria. Muitas, muitas são as almas sérias que inconscientemente desejam, com inveja não-reconhecida, ter o que vêem em outros.

A possessão demoníaca é uma regra claramente entendida pelo obreiro em terras ímpias; e nós devemos ter em mente que os países mais civilizados hoje se tornaram fortalezas de paganismo. Não é, portanto, irracional esperar que fenômenos espirituais geralmente associados aos ímpios se manifestem cada vez mais no meio da assim chamada cultura e do paganismo pseudo-cristão de nosso mundo moderno.

A I Igreja não tem lidado com os poderes das trevas como um corpo esclarecido e unido. Aqui e ali, indivíduos têm sido levantados por Deus para fazer significativas incursões no vasto território sobre o qual o diabo tem domínio tão indiscutível.
Jessie Penn-Lewis foi um desses guerreiros isolados. Hoje, aproximadamente cinqüenta anos após sua morte, seus livros ainda são avidamente lidos pelos cristãos, e com toda a razão, mas há uma exceção significativa: seu livro mais importante, Guerra Contra os Santos, escrito em colaboração com o famoso avivalista do País de Gales, Evan Roberts,
Mas esta fantástica Mulher, foi duramente atacada em seu tempo, por ensinar  sobre a influência demoníaca sobre cristãos
Resultado de imagem para guerra espiritual
Neste século, Deus restaurou para a Igreja uma boa medida de poder e autoridade pentecostais que foram demonstrados de forma tão vivida na Igreja primitiva. Inúmeros fiéis receberam o batismo no Espírito Santo e os dons do Espírito. A medida que entravam em conflito com os poderes das trevas, começavam a descobrir a presença e a atividade de espíritos malignos. não só em descrentes, mas - para sua surpresa e até espanto -, também em cristãos.
Quando Jessie Penn-Lewis fez essa descoberta, ela foi mal entendida e seu ensinamento, interpretado de forma equivocada. No entanto, ela não retrocedeu em nada em relação à luz que havia recebido, mas continuou em seu conflito direto com as hostes do mal e, por meio de seu sofrimento, experiência e batalhas espirituais, forjou a arma de sua obra, Guerra Contra os Santos, em colaboração com Evan Roberts, o avivalista do avivamento Galês.
Desde a sua primeira edição, duas guerras mundiais deixaram seus efeitos devastadores sobre as instituições de nossa civilização, e nos encontramos hoje em meio à dissolução das estruturas de nossa sociedade. Enquanto essas estruturas permaneceram estáveis, a Igreja, como uma das instituições da sociedade, parecia ser sólida e em pleno funcionamento.
Resultado de imagem para guerra espiritual
Hoje, entretanto, a Igreja institucional se mostra derrotada espiritualmente, pois foi incapaz de discernir os inúmeros enganos de Satanás sobre seus ministros e membros. O processo degenerativo, iniciado há muito tempo, está-se aproximando de um clímax em nosso tempo, quando muitos líderes e membros das igrejas acabam lutando, e se tornando como campeões, nas causas malignas levantadas pelo inimigo.
O cristão espiritual, isto é, maduro, entende que são Satanás e seus espíritos malignos que se movem poderosamente por detrás dos eventos de nosso tempo. Os cristãos se atrevem a crer que estão isentos da influência de demônios? O que acontece com um homem que nasceu de novo? Será que as Escrituras ensinam que o novo nascimento inclui uma expulsão automática de demônios? Efésios 2.1-3 ensina de forma clara que todos os seres humanos estão sob a influência do maligno e que sua influência sobre a humanidade é exercida por espíritos malignos. Todos nós estávamos nessa situação. Mas no novo nascimento, o novo convertido tem seus pecados perdoados. Seu espírito - antes morto em transgressões e pecados - é vivificado pelo Espírito de Deus e ele recebe poder para se tornar filho de Deus. Ele agora tem o poder para vencer as mesmas coisas que o escravizaram antes. Que mudança maravilhosa, de vítima do pecado para vencedor, vencedor unido a Cristo!
Mas em nenhum, lugar a Escritura ou a experiência ensinam que o novo nascimento elimina automaticamente a influência de demônios ou a escravidão a eles, ou, da mesma forma, todas as características do velho homem, tais como temperamento, mau humor, lascívia, invejas, egoísmo, preconceitos, e muitas mais.
Resultado de imagem para guerra espiritual 
O homem nascido de novo tem de aprender a levar sua cruz, negar a si mesmo e morrer diariamente; ele tem de andar no Espírito para que não dê lugar às concupiscências da carne. É de se esperar que ele venha a descobrir seu lugar de direito no plano de Deus e no funcionamento efetivo no Corpo de Cristo.
O processo de crescimento em Cristo é geralmente doloroso, embora o resultado seja glorioso. A parte mais dolorosa é a descoberta de certas áreas em que o crente foi enganado. Como entender e lidar com o engano é exatamente o ponto principal de Guerra Contra os Santos.
Se o crente cooperar com Deus de forma inteligente e obediente, se tornará, no devido tempo, mais maduro e espiritual. Experimentará por si mesmo o tremendo versículo que diz: "Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres" (Jo 8.36), o que, para a maioria dos cristãos, é apenas teologia e não realidade em sua experiência.
Resultado de imagem para guerra espiritual
A expulsão de demônios deve ser um dos sinais que seguem os cristão em seu ministério (Mc 16.17). Mas expulsar demônios de quem? Somente dos não-regenerados? Não apenas; mas demônios podem ser expulsos também de crentes escravizados e enganados para que experimentem também a libertação. Prender-se a certas doutrinas bíblicas ou gloriar-se em sua crença na infalibilidade da Bíblia não oferece refúgio ao crente contra as incontáveis artimanhas do inimigo.
Todos os homens são objeto da astúcia de Satanás, mas após a conversão, suas tentativas de enganar e, se possível, controlá-los, aumentam muito. Muita da atividade espiritual de nossa época emana do inferno.
Se os cristãos em todas as partes da terra compreendessem com precisão o que está acontecendo espiritualmente, tomariam suas armas para se preparar para o assalto final que o inimigo está preparando e, assim, escapariam do grande engano final. Já é hora de muitos guerreiros - não mais isolados - levarem a batalha até as portas e um grande batalhão de crentes se levantar para enfrentar abertamente o desafio do enganador.
Resultado de imagem para guerra espiritual 
Guerra contra os Santos  É, antes, um manual que deveria ser lido com muito cuidado e muita oração por aqueles que desejam ser libertados de toda forma de engano e obra das trevas e por aqueles que anseiam por ver a libertação de outros crentes que hoje estejam sob escravidão e engano.
Muito terreno tem de ser reconquistado do inimigo e Guerra Contra os Santos será um auxílio vital para os santos guerreiros e vencedores.