19 de novembro de 2013

JOHN JASPER Se você é o que você era então você não é...




Reverendo
John Jasper
"Se você é o que você era,então você não é."
Em  apenas oito palavras, o pregador escravo John Jasper foi capaz de condensar toda a história espiritual do homem.
Destinado desde o nascimento para ser um homem de Deus - seu pai também era um pregador entre os escravos e  sua mãe costumava dizer que seu filho :
"não fazia nada a não ser cantar  louvores a Jesus"


 - Jasper resistiu o seu destino em cada passo do caminho.Quando jovem, sua vida estava longe de ser calma, ele amava as mulheres e bebidas alcoólicas e não fez segredo de seu gozo. Longe de ser divino, em vez disso, Jasper "serviu no exército de Satanás por 28 anos." ( Richmond Times)

Então, em um dia ensolarado, em 1839, ele foi relaxar  em um banco do parque, em Richmond, Virginia, quando, sem nenhum aviso, o Senhor Deus o feriu.
"O Senhor me tocou pela primeira vez no Capital Square", disse Jasper ", e saí de lá mal, praticamente aleijado."
Sua guerra com o céu durou seis semanas impiedosas. Deus prevaleceu!
"Meus pecados foram empilhados em mim como montanhas; meus pés estavam afundando para as regiões do desespero, e eu senti que de todos os pecadores  eu era o pior e eu pensei que eu iria morrer logo em seguida, e como eu supunha ser o meu último suspiro, clamei ao céu um grito de socorro ... "


Isso só foi a primeira de muitas batalhas para John Jasper. Daquele dia em diante, o foco de sua existência estava em compartilhar os ensinamentos de seu Senhor, mas ele tinha um obstáculo após o outro para superar.
Ele era negro. Ele era um escravo. Ele era analfabeto.
No entanto, ele começou a pregar regularmente,  primeiro em funerais e depois como ministro em várias igrejas, e quando as pessoas ouviram o que ele tinha a dizer, a demanda por seus serviços explodiu.
"Quando o irmão Jasper começou a cantar a igreja parecia estar indo para o céu em uma carruagem de fogo, eu podia ver tudo tão claro como o dia, e as pessoas iam louvando em alta voz e parecia que o mundo todo estava cantando ..." ( Virgínia Adams)
Depois veio a Guerra Civil, a queda de Richmond, e sua reconstrução.  ele então se tornou o primeiro negro a estabelecer uma igreja na Virgínia pós-guerra .
Nos domingos de manhã ele podia ser visto conduzindo uma procissão alegre até o rio James para o batismo, o seu maior batismo foi de 300 almas em um só dia.
Seu  sermão "O Sol se move", em que ele tentou usar referências bíblicas para provar que o sol se move no céu, o catapultou para a fama internacional, e também foi motivo de piada. No entanto, ele pregou esse sermão mais de 250 vezes.
Jasper era um orador maravilhosamente talentoso. Sua prédica era tão vívida que as pessoas na platéia  ficavam completamente enredadas em qualquer história que ele contasse.
A vida nunca passou sem problemas por Jasper. Além dos problemas inerentes a ser um homem negro no pós-guerra do Sul, ele suportou colegas invejosos, casamentos fracassados, e ridículo mundial de suas crenças religiosas. Mas ele persistiu. Mais do que isso, ele triunfou. Sua congregação havia aumentado em milhares, mais de um terço dos quais eram brancos.
As últimas palavras de Jasper disse, foram:


"eu terminei o meu trabalho. Estou a espera no rio, aguardando novas ordens."
Visitantes de todas as tendências religiosas vêm de todo o mundo para visitar o museu Jasper e ele continua sendo um herói da fé para toda Virgínia e sul dos EUA. 
Nancy B. Miner é um award-winning, fotojornalista freelance que vive em Fluvanna County, Virginia. 


"Deixem-me falar a vocês, quando eu era jovem e escravo eu não sabia nada sobre livros. Eles eram como mistérios selados para mim, mas pela bondade  do Senhor, conheci um amigo escravo que me ensinou a ler. No começo eu me esforçava muito para ler a bíblia, eu pulava as palavras compridas e parecia que aquilo nunca ia entrar em minha cabeça dura. Nunca me esquecerei deste grande companheiro que fez conhecer o Livro de Deus.”       John Jasper


“- Sete meses depois, Deus me converteu e eu suplicava para ele me fazer entender a Sua Palavra.
Depois disso, nada mais fiz na vida a não ser estudar e  pregar a palavra do Senhor.
Logo vi que tinha coisas lá muito profundas para o pobre Jasper e nem tentei entendê-las, porém o velho Jasper nunca saiu dos pés de Jesus, sim meu amigo, lá era o meu lugar.”
( texto extraído de seu sermão sobre o sol que parou na batalha de Josué )

Sua conversão e chamado: OH QUE DIA FELIZ! Nunca vou esquecer deste dia! Foi naquela gloriosa manhã que Deus me salvou e me enviou para pregar seu evangelho. Por mais de sessenta anos eu venho contando a velha história da cruz. Meus passos agora são lentos, minha voz se tornou fraca e algumas vezes eu me sinto muito cansado, mas ainda conto essa história de que Cristo morreu na cruz em meu lugar. Meus lábios sempre cantarão o amor e o sacrifício do cordeiro até meu último suspiro!
!

A BÍBLIA: A Bíblia é como um campo com  diamante. Algumas verdades estão por cima, fáceis de encontrar, outras você precisa cavar um pouco mais. Eu ainda não peguei todos eles, por isso continuo cavando...