23 de outubro de 2015

BILLY SUNDAY - O JOGADOR DE BEISEBOL QUE LEVOU MULTIDÕES A CONHECEREM JESUS








 

 





"Eu sou um pregador dos velhos tempos, da velha e boa religião de Cristo, que tem aquecido o coração deste mundo frio por mais de  
  dois mil anos. "-Billy Sunday.
INTRODUÇÃO
A pregação de Billy Sunday pode ser considerada ultrapassada por muitos pregadores modernos e muitos podem dizer que sua interpretação da bíblia é muito literal, mas essa era a tônica dos pregadores da "religião dos velhos tempos."  Billy acreditava piamente na mensagem que pregava, Ele não deixava a sua fé fazer muitas perguntas, o seu evangelho era mais para ser obedecido e vivido do que entendido nos mínimos detalhes.
 Não há nenhuma zona de penumbra em seus processos intelectuais; nenhuma reserva mental em sua pregação. Ele tem certeza de que o homem está perdido sem Cristo, e que só mediante a aceitação do Salvador pode a humanidade caída encontrar a salvação.Ele é tão certo do inferno como  céu, e para todas as variedades de religião modernizadas ele tem apenas frascos de desprezo.
Porém seu maior sucesso não foi na pregação de um evangelho límpido e cristalino, mas foi no evangelismo, onde  ele soube usar muito bem o dom de evangelista que lhe fora confiado e aliando o seu carisma com o poder do Espírito, ele se tornou um dos mais eficientes pregadores que o mundo conheceu e Deus colocou nele uma unção capaz de atrair e converter multidões. O mundo precisa ver homens de fé, que acreditem e vivam o que pregam, e assim era Billy Sunday, o amado evangelista ex jogador de basebol. 
"Intolerante", gritavam  os críticos  de Sunday;mas as miríades de  famintos pelo perdão de Deus sempre tiveram nesse homem um  guia espiritual para a paz, e alegria, e retidão. O mundo quer uma religião que faça diferença no coração do pecador, que realmente salve ele de seus pecados; especulação não interessa ao homem comum que busca a libertação do pecado em si mesmo e no mundo. O mundo não que tomar aulas de teologia, aquele que está perdido, vaguendo pelo mundo, quer somente ser  redimido.
"Modernistas"  questionam  a pregação agressiva e irreverente de Billy Sunday, mas não podem negar que ele levou dezenas de milhares de homens e mulheres a terem novas vidas de santidade, felicidade e prestimosidade. Igrejas foram avivadas, cidades foram transformadas e a sua única arma era a velha mensagem da cruz. Todos os que o ouviam eram desafiados a andar pelo velho e apertado caminho, manchado pelo sangue da Cruz. Os avivamentos que se seguiram a pregação deste amado evangelista parecem ter saído do  Livro de Atos dos Apóstolos. Sua teologia é resumido nas palavras de Pedro referindo-se a Jesus: "Não há nenhum outro nome debaixo do céu dado entre os homens pelo qual devamos ser salvos".
Um dos provérbios favoritos de Billy era.. "Eu não sei mais sobre teologia do que uma lebre selvagem sobre ping-pong, mas eu estou no caminho para a glória “.  Ele era muito questionado sobre não dar muita importância ao conhecimento teológico. Certa vez falaram para ele argumentando que "a teologia tem a mesma relação ao cristianismo que a botânica às flores, ou astronomia para as estrelas. Mas ele dizia: A Botânica é reescrita todos os dias,  mas as flores permanecem as mesmas.Mudanças na Teologia aparecem todos os dias, as posições variam, as interpretações  oscilam, mas o cristianismo permanece o mesmo. Ninguém é mantido fora do céu porque ele não entende de teologia. Não é a teologia que salva, mas Cristo; 
O Sermão
"Eu acredito que a Bíblia é a Palavra de Deus de capa a capa. Eu acredito que o homem que amplia a palavra de Deus em sua pregação é o homem a quem Deus honrará. Por que esses nomes se destacam nas páginas da história como Wesley , Whitefield, Finney e Martin Luther? Por causa de sua denúncia destemida de todo pecado, e porque pregam Jesus Cristo sem medo ou favor.
"Mas alguém diz que o homem nascer de  novo através de Cristo  é anormal. Você está enganado meu amigo! Você quer me dizer que os ateus são normais? Eu digo que eles não são, eles sim são  anormais. A condição apática da Igreja que é anormal. O consumo de cerveja por cristãos é que é anormal. Eu digo que eles estão muito enganados quando dizem que um renascimento é uma condição anormal na Igreja .
"O que precisamos é do tipo antigo de avivamento que faz com que você ame seus vizinhos, e pare de falar mal deles. Um renascimento que vai fazer você pagar suas dívidas, e orar por sua família inteira ser salva.
"O cristianismo significa muito mais do que ser  membro de uma  igreja.
 

 “ Há muitos professores da escola dominical que estão sem Deus e são jogadores de baralho e bebedores de  cerveja, vinho e champanhe. Não admira que os seus filhos estão se tornando cada vez mais amigos do diabo. Não admira que os seus filhos não vão mais a igreja, pois nunca viram a igreja funcionar dentro de sua própria casa, com cultos caseiros, orações e meditações na palavra.
 "