3 de dezembro de 2014

JOHN CENNICK - ABANDONE O MUNDO E TERÁS A ALEGRIA DO CÉU


PARA MANTER A ALEGRIA NO SENHOR É REQUERIDO A SEPARAÇÃO COM O MUNDO         John Cennick 
http://elescreram.blogspot.com.br/2014/03/john-cennick-o-pastor-auxiliar-de.html




Deus ouviu os israelitas clamarem por Socorro e Ele foi misericordioso para com eles. Ele tornou o seu choro em júbilo, devolvendo  a eles a alegria da salvação e agora eles se reuniram para outro encontro.
Se o povo de Deus quisesse manter a alegria espiritual que estava desfrutando algo teria que mudar, pois em algumas coisas a vida do povo não estava de acordo com a palavra do Senhor. Deus então precisava cavar um pouco mais fundo. Ainda assim Deus permitiu o povo se alegrar, pois Deus queria mostrar como é bom e agradável servir ao Senhor. Então nesse tempo Deus ordenou ao povo que rompesse em definitivo com as coisas deste mundo

Disse o Senhor : "Eu estou feliz com vocês, vocês estão crendo em minha palavra, vocês se arrependeram dos seus pecados, estão se regozijando em minha misericórdia e prometendo me obedecer. Agora chegou o tempo de irem mais profundo em seu amor por mim. Eu quero que vocês se separem, rompam toda e qualquer ligadura com as influências mundanas que nasceram em seus corações e em suas casas.

Vejam só, quando os Israelitas estavam cativos no Egito eles se familiarizaram com as coisas do mundo e com os costumes dos incrédulos, pouco a pouco adotando seus costumes e seus estilos de vida. Homens de Deus casaram com as filhas do mundo e mulheres santas desposaram homens infiéis a Deus.
Além disso, permitiram que seus cônjuges trouxessem coisas e costumes condenados pela palavra para fazer parte do culto ao Senhor.
Amados, não podemos ir longe no caminho de Cristo se não nos separarmos deste mundo caído.
Se nossa mente cada dia não se tornar mais e mais celestial e cada vez menos parecida com as pessoas perdidas que nos rodeiam, nós vagarosamente vamos perder alegria do Espírito Santo em nosso coração.
Israel não queria perder seu grande espírito de contentamento no Senhor. Então eles se reuniram novamente para obedecer a Deus neste assunto: "A semente Israel separou-se de todos os estrangeiros e prontamente confessou o seu pecado“ (Neemias 9:2). "Eles entraram em juramento, para andar na lei de Deus… e prometeram não dar suas filhas a pessoas deste mundo e não tomar esposas  para seus filhos de entre as filhas de Canaã " (10:29-30).

Os  Israelitas também deixaram de trazer as primícias ao Senhor. Agora Deus demandava obediência na qustão de dízimos e ofertas. Você crê que o Senhor ainda deixará a sua alegria e gozo em uma igreja que não tem prazer em contribuir para o trabalho espiritual?"  Malaquias 3:8-10:
"Roubará o homem de Deus? Todavia vocês tem me roubado. Mas vocês dizem, em que temos te roubado? Nos dízimos e nas ofertas. Com maldição sois amaldiçoados: Pois vocês tem me roubado, a Nação toda. Trazei todos os dízimos para a casa do tesouro e fazei prova de mim... Se eu não abrirei as janelas do céu e derramarei sobre vocês bênçãos sem medidas”
O povo então clamou "Nós traremos as nossas primícias… e as nossa ofertas …e os nossos dízimos para os Levitas para que os Levitas possam ter os dízimos em todas as nossas cidades e " (Neemias 10:37).


A PROMESSA DE DERRAMAR AS BÊNÇAÕS DOS CÉUS PARA NÓS AINDA VALE PARA OS NOSSOS DIAS.


Quando nós estabelecemos em nosso coração que a obediência ao Senhor é a prioridade em nossas vidas e permitimos ao Santo Espírito expor e mortificar todos os pecados em nossas vidas, o próprio Senhor restitui em nós o gozo e o regozijo e a nossa alegria transbordará e fluirá como um rio de nossos corações.

"Deus os fez se regozijar com grande alegria" (Ne 12:43). Neemias relembrou Israel de como Deus foi fiel com o seu povo no deserto. Como ele os guiou com seu Espírito e os protegeu com sua coluna de fogo a noite e com seu pilar de nuvem de dia, e sobrenaturalmente os alimentou com maná e os deu de beber com água da rocha e ainda não permitiu que nem as suas roupas e nem mesmo as sandálias de seus pés envelhecessem.  ( Ne 9:19-21).

Isso tudo é maravilhoso demais para mim, ainda mais quando eu se que assim com Deus proveu e abençoou o seu povo no passado Ele ainda o faz nos dias de hoje.
Entretanto, nós ainda podemos escolher continuar vivendo no deserto, como fez Israel.  Neemias lembrou que antigos se rebelaram contra o Senhor, ignorando seus mandamentos ( Ne 9:26,30 )
Você pode imaginar que terrível morte espiritual esse povo trouxe para si próprio? Quarenta anos de peregrinação no deserto sem a alegria e o gozo do Senhor. Quarenta anos de funeral, passando na divisa da terra prometida mas sem poder entrar no descanso tão esperado. Os israelitas eram ricos e abençoados, cheios de saúde, rebanhos e bem matérias, mas eram mornos em seu espírito e sua devoção a Deus.
Este é o retrato de nosso Deus, o            “ Jehovah Jireh “ – o Deus que fielmente sustenta o seu povo, até mesmo quando eles são infiéis. Os Israelitas se tornaram enfastiados com as coisas do alto, achavam vil o Maná, não andavam mais por fé e sim por vistas. Mas o Senhor, que não pode negar a si mesmo, jamais deixou de ser fiel.
Essas pessoas porém, jamais experimentaram a plenitude do Senhor e nunca sentiram a plena satisfação do Espírito Santo.

Será que eles não perceberam quão maravilhoso era o cuidado de Deus ao ponto de até mesmo suas vestimentas sempre serem como novas? Eles andavam em círculos e nunca chegavam a lugar nenhum.
Infelizmente este é o estado de muitas igrejas hoje.  Deus pode até estender sua misericórdia para elas, libertando elas de dívidas, dando direção para algum trabalho, suprindo as suas necessidades financeiras e até abençoando para que sejam erguidas novas construções, entretanto muitas dessas igrejas ainda permanecem no deserto espiritual. Nunca vão a lugar nenhum, eles até aproveitam algumas bênçãos de Deus, o suficiente para não morrerem de sede ou de fome, mas essas igrejas permanecem fracas, cambaleantes, prontas para morrer.

E isto tudo acontece porque o seu foco está nas coisas deste mundo. Essas igrejas não tem a vida de Deus e nem o seu Espírito. Elas tem somente princípios de Deus administrados pelo homem. A igreja verdadeira tem princípios de Deus administrados pelo Espírito de Deus, porque só o Espírito Santo pode dar vida ao evangelho de Cristo.
Nós podemos falar sobre nossos vinte anos de caminhada cristã, nós podemos mostrar o nosso manto de justice, mas se não permitirmos que o Espírito Santo traga sobre nós continuamente a alegria do Senhor em nosso coração, se nós não estivermos continuamente com fome pela sua palavra então nós pouco a pouco iremos perder o fogo que queima forte dentro de nós, e o Espírito, assim como o mundo vai crescendo dentro de nós, Ele vai se apagando e nós não vamos conseguir resistir  a onda maligna que virá sobre o mundo nesses últimos dias.


Como vamos manter a alegria do Senhor em nosso coração? Do mesmo jeito que nós ganhamos ela pela primeira vez, em primeiro lugar, amando, honrando e tendo fome pela palavra de Deus.
Depois, andando como fracos, como pequenos, como necessitados, sempre procurando ver se há em nós algum caminho mal e correndo sempre para a cruz, quando algum mal for revelado em nós.
E por último, nos separando de todas as influências deste mundo.

Dessa maneira, o Espírito Santo manterá acesa em nossa coração o fogo de sua alegria, e nós contagiaremos as pessoas ao nosso redor que verão a glória do Senhor brilhar em nosso rosto.


---
Used with permission granted by World Challenge, P. O. Box 260, Lindale, Texas 75771, USA.