Marcadores

Igrejas e Ministérios (134) GRANDES PREGADORES E AVIVALISTAS (40) HERÓIS DE NOSSA ÉPOCA (24) MISSIONÁRIOS QUE MUDARAM NAÇÕES (23) MULHERES DE FÉ (23) MESTRES DA IGREJA (20) EVANGELISTAS E MISSIONÁRIOS (17) GIGANTES DA FÉ (17) PRESBITERIANOS INESQUECÍVEIS (17) BATISTAS FAMOSOS (13) ESCRITORES E PENSADORES (12) REFORMADORES DA IGREJA (10) ANTIGOS METODISTAS (9) FILMES QUE TOCAM O CORAÇÃO (8) O LENDÁRIO EXÉRCITO DA SALVAÇÃO (7) ENTREVISTAS " FABULOSAS" (6) Esses Cristãos Extraordinários (6) HOMENS DE ORAÇÃO (6) MISSÕES (6) OS PURITANOS (6) PIONEIROS NO BRASIL (6) 15 COISAS QUE PRECISO SABER EM TEMPOS DE GUERRA (5) A B SIMPSON (5) LUTERANOS RENOMADOS (5) O Espírito Santo (5) A inabalável Corrie Ten Boom (4) EVANGELISTAS NOTÁVEIS (4) PASTORES E PROFETAS (4) 300 Profecias sobre o Messias de Israel (3) D L MOODY ESTUDOS E SERMÕES (3) O QUE PREGAVAM OS AVIVALISTAS INGLESES DO PASSADO? (3) “Os Deveres Mútuos dos Maridos e Esposas" (3) ENFIM LIVRE Martin Luther King (2) John Wesley usando o dinheiro para nos abençoar (2) Katharina Von Bora Lutero (2) Peter Marshall - Capelão do Senado Americano (2) Robert Hall Glover Pregando sobre Intercessão Missionária (2) SPURGEON (2) Bill Machesney O VERDADEIRO FILHO DO REI (1) Bud Robinson O MONTE MORIAH Lugar de sacrifício (1) Charles Finney (1) J WILBUR CHAPMAN (1) JOHN CENNICK Evangelista Morávio (1) Patricia St. John (1) Ralph Emerson Filósofo Cristão (1) Robert Lewis Dabney (1) Robert Murray M'Cheyne (1) Robert Pearsall Smith (1)

9 de agosto de 2011

Fanny Crosby, Conto esta história cantando assim, Cristo na cruz foi, morto por mim

Fanny Jane Crosby
Inspirada por Deus, escreveu mais de 8.000 hinos.
¤

Talvez tenhamos percebido com admiração os diversos hinos de Fanny Crosby no hinário de nossa igreja (alguns listados abaixo).


Esta mulher notável - que também usou os pseudônimos Grace J. Francis e Lizzie Edwards - nasceu em Putnam County-NY, no dia 24 de março de 1820. Quando tinha 5 anos de idade, contraiu uma infecção em seus olhos e por causa de uma medicação errada ficou cega para o resto da vida.

 
O pai de Fanny morreu quando a menina tinha um ano de idade, e sua mãe teve de trabalhar arduamente para sustentar a família. Por essa razão, Fanny passou muito tempo em companhia de sua avó que a ensinou a respeito da chuva, do sol, da lua, das estrelas, também sobre o frio e o calor. Fanny aprendeu a identificar quase todas as flores com as mãos e pelo seu perfume. Ela gostava de ir ao riacho perto de sua casa e tocar a fria e clara água.

 
Aos 6 anos, sua mãe levou-a a um especialista na cidade de Nova York, esperando que através de uma cirurgia ela recuperasse a visão. Os melhores oftalmologistas, no entanto, disseram que nada poderiam fazer por ela. Fanny ficou naturalmente desapontada, mas decidiu viver o melhor possível dentro dessas circunstâncias. Com apenas 8 anos de idade, escreveu este poema:

Que criança feliz sou eu!

Não posso ver, mas tenho decidido ser feliz,

Porque tenho muitas bênçãos que outros não têm;

Portanto, eu não chorarei ou suspirarei por ser cega!






Na sua biografia, que Fanny escreveu em 1903, menciona que o maior tesouro que teve foi ter aprendido a Bíblia linha por linha, ensino por ensino.

 
Quando completou 9 anos, mudaram-se para Ridgefield e por um tempo viveram com a família Hawley. A sra. Hawley ensinou-a tanto a Bíblia como a introduziu na poesia. "Aos 10 anos, eu podia recitar de cor os primeiros cinco livros do Antigo Testamento e os primeiros quatro livros do Novo Testamento sem fazer um erro sequer; também podia recitar muitos poemas", escreveu ela.

 
Mais tarde, Fanny compreendeu que essa capacidade era parte do plano de Deus para a sua vida, preparando-a para o trabalho que queria que ela fizesse no futuro. Se não tivesse conhecido a Palavra de Deus e se não tivesse tido um grande amor no coração, não poderia ter sido capaz de cumprir a sua vocação, que foi escrever hinos que se têm espalhado pelo mundo inteiro e ainda são conhecidos e amados por milhares de pessoas que neles encontram inspiração, conforto e força para as suas vidas.

 
Um de seus melhores amigos foi Grover Cleveland, que mais tarde tornou-se presidente dos Estados Unidos. Fanny tinha a capacidade de guardar em sua mente as palavras de muitos hinos até que tivesse a oportunidade de escrevê-los. Certa vez, seu jovem amigo Grover Cleveland colocou música em mais de 40 hinos cujas palavras ela guardara em sua memória. Ela era capaz de escrever não só a poesia de seus hinos, mas muitas músicas também, entretanto trabalhou em parceria Itálicocom muitos bons músicos ao longo de sua vida.

 
Na sua biografia Fanny conta o quanto gostava do Exército de Salvação (The Salvation Army)! Mesmo durante a sua velhice era convidava para falar em muitas igrejas. Certa vez, em visita à casa de um pastor, um grupo de músicos salvacionistas vieram à casa onde estava hospedada e tocaram seus hinos. Logo depois, ao som de seus próprios hinos, Fanny marchou junto com os músicos até a igreja onde falaria naquela noite. E escreveu que foi uma noite inesquecível para ela.

 
Fanny Crosby, a cega notável que Deus usou sobremaneira na área do louvor e adoração, morreu no ano de 1915, tendo escrito e publicado cerca de 8.000 hinos.

 
Fonte: uma revista salvacionista americana para adolescentes.

 

 
Alguns hinos de Fanny Crosby que constam no Cantor cristão e no hinário presbiteriano

 
035 - A Deus demos glória por Seu grande amor

036 - Desperta já, meu coração

060 - Conta-me a história de Cristo

094 - Santo Espírito, ouve com favor

167 - Somente um passo a Cristo

185 - Cristo te chama com mui terno amor

194 - Pecador, teus pecados, brancos

225 - Que segurança, sou de Jesus ( conto esta história )

227 - Mais perto da Tua cruz

345 - Quero o Salvador comigo

355 - Quero estar ao pé da cruz

374 - Nós marchamos para aquele bom país

420 - Ama o teu próximo, busca o perdido

449 - Salvo em Jesus, meu Mestre