13 de abril de 2013

Ivan Moiseyev - Torturado para negar a Jesus, preferiu a morte


ENFRENTOU O TERROR POLICIAL SOVIÉTICO QUE QUERIA OUVIR DE SUA BOCA QUE ELE RENUNCIAVA SER UM SEGUIDOR DE CRISTO, ELE PREFERIU ENFRENTAR A TORTURA E A MORTE DO QUE NEGAR O SEU SENHOR

Em 16 de Julho de 1972, Ivan Moiseyev, um, jovem de 20 anos, é torturado até à morte pelos seus chefes militares. Assina com o seu sangue o seu amor por Jesus. O corpo é entregue aos seus pais coma justificação do óbito: asfixia por afogamento. Mas a autópsia exigida pela família revela outra realidade: a morte sucedeu a uma série de violências.
Ivan nasceu em 1952, na Moldávia, Filho de uma família evangélica batista, Ivan é chamado a cumprir o serviço militar em 1970 No Exercito Soviético.




Esta Biografia é escrita por Myrna Grant, e traduzida para o português por Myrian Talitha Lins. Este livro marcou a minha a minha vida nos anos 80. O testemunho de Ivan foi impactante, este jovem de coragem e fé enfrentou com destemor os seus superiores comunistas. Ivan sofreu grandes perseguições, humilhações a ponto de ser torturado e morto numa tentativa fracassada de seus superiores em fazer negar o nome de cristo e repudiar a sua fé.


O Testemunho autêntico de Ivan deu um grande impulso a minha fé e ao meu testemunho, eu tinha apenas 13 anos, era um adolescente tímido e após ler Ivan, nada me impedia de falar de Jesus para os meus amigos e colegas, pregava aos 13 anos com intrepidez. (Cesar A.S. Piedade)