12 de abril de 2013

JAMES CHALMERS - O conquistador dos caçadores de cabeça da Nova Guiné


 
 
 
James Chalmers

O conquistador dos caçadores de cabeça

 
Até que enfim chegamos a Papua Nova Guiné.

Tenho certeza que iremos nos divertir muito nesta ilha da Oceania.

Vai ser iraaado! Muita aventura e adrenalina.

Se Deus quiser, vamos viver dias inesquecíveis

 
 
 

Nome Completo: Estado Independente de Papua Nova Guiné                                                   Capital:PortMoresby                                                          Governo: Monarquia Parlamentarista                              População: mais de 5.172.000                                                   Religiões: Cristianismo 96%, Crenças Tradicionais 2%, Bahaísmo 1%, Outras 1%. A maioria da população é protestante (58,4),sendo que isso se deve principalmente ao trabalho missionário deste grande herói da fé, James Chalmers

Vocês sabiam que aqui na Nova Guiné existiam os caçadores de cabeça? Pois é, as tribos canibais faziam troféus das cabeças de suas vítimas. Tanto pessoas de suas próprias tribos como as das tribos rivais, bem como militares europeus, australianos,missionários, qualquer pessoa poderia ser morto, ter seu corpo decapitado, cozinhado e comido pelos canibais.

Bem, vocês sabem que eu sou crente, e há uns dois anos, eu ouvi lá na Escola Bíblica da Igreja sobre um missionário que esteve aqui na Nova Guiné. Sua história marcou muito a minha vida. Seu nome era ... James! James Chalmers! Pois, na história de James Chalmers o que não falta é aventura. Vou contá-los como foi:

James morava perto de um dos grandes lagos da Escócia e ele amava o mar. Ele era extremamente feliz quando estava em um barco, ou flutuando sobre um tronco, ou numa jangada com um remo

James adorava o perigo e não hesitou em várias ocasiões, para mergulhar na água,correndo o risco de sua vida, a fim de resgatar um companheiro de afogamento.

 

Mas foi em novembro de 1859, quando dois pastores vieram do norte da Irlanda para realizar uma série de reuniões evangelísticas, que eu com 18 anos de idade, e líder de gangue, decidi atrapalhar os cultos. Apesar da chuva forte, encontramos um grande número de pessoas se reunindo na primeira noite. Ficamos muito impressionados com o entusiasmo e alegria com que o povo cantava.”( diário de Chalmers )

 

James, ali naquele culto conheceu a Jesus e depois disso tudo mudou em sua vida, ele se converteu e aceitou ser um missionário.

Mas James queria ir para algum lugar onde Cristo era desconhecido e sempre relembrava do grande convite do amor divino para com os canibais. Seu coração estava na Nova Guiné . “ Depois de dez anos em Rarotonga, partimos, chegando a Nova Guiné em Setembro de 1877. Naquela época, Nova Guiné era uma terra desconhecida, cheiade terrores, selvageria e as artes eram a degradação humana.


Quando desembarquei pela primeira vez, os nativos viviam apenas para lutar, e a vitória era celebrada pelo festa canibal em que os corpos de seus inimigos eram comidos.”JC

 - O povo não acreditava em James quando lhes disse que tinha vindo apenas para dizer-lhes do amor do Salvador que gentilmente convida todos os homens, pecaminosos ou degradados, para vir a Ele e obterem o perdão e a vida eterna.

Chalmers estava convencido de que os selvagens da Nova Guiné eram tão sedentos de Deus como tinha sido e que a mesma água - a Água da Vida - que tinha tão maravilhosamente satisfeita sua alma iria igualmente satisfazer as almas dos nativos.

Nós recebemos vários convites para festas nas aldeias, alguns dos quais eram festas canibaisJC

Nesta aldeia encontrei crânios de suínos mortos pendurados em suas casas e vi uma mulher amamentando seu bebê em um peito e um porco jovem no outro.Olhando para cima, viu um pacote volumoso penduradas no teto de uma casa...JC

Que mau cheiro? O que é isso?

Nativo - Minha avó morreu recentemente e então pendurei seus restos logo acima do fogo, assim eles estarão completamente secos e defumados.

JC–“ Ele estragou o meu jantar.”

 


“Antes de Chalmers desembarcar em Suau no outono de 1877, os indígenas saíram para o navio e lhe diziam alegremente que haviam recentemente morto e comido dez dos seus inimigos de uma tribo vizinha. Em todos os lados havia bruta escuridão,derramamento de sangue e crueldade.” JC

 

Mas agora, pessoas que anteriormente pensavam que cada som na noite significava a vinda de inimigos, agora dormiam em paz, e tribos que não se conheciam, a não ser para lutar, agora estavam sentados lado a lado na igreja para adorar o verdadeiro Deus.

 - Quais foram os meios utilizados para alcançar esses resultados?

JC - Os missionários desembarcaram pela primeira vez não só para pregar o evangelho do amor divino, mas também para vivê-lo.

 - Poucos homens pregaram  e viveram o evangelho de forma tão eficaz como Chalmers. Era um sermão em cada passo. Ele era uma encarnação de Apocalipse 22:17. 

 

À medida que se aproximava da costa um membro da tripulação começou a contar sobre as centopéias, serpentes, doenças e outros perigos que estava diante deles."Espere!" disse um professor das Ilhas Lealdade. "Há pessoas lá?""Sim, mas eles são canibais horríveis que provavelmente vão matar e comer todos vocês."

"Não importa", replicou o professor. "Onde quer que haja pessoas, almas preciosas por quem Cristo morreu, os missionários devem ir".

Durante os anos de serviço de Chalmers, mais de 200 desses trabalhadores nativos de Rarotonga, Samoa e outras ilhas muito distantes da Polinésia, deixaram tudo por amor de Cristo para levar o grande convite ao coração escuro da Nova Guiné. Cerca de metade dessas ou morreu de doença ou pereceram nas mãos dos selvagens. Chalmers chamou a estes missionários nativos "os verdadeiros heróis e heroínas do século XIX".  

 

FRASES:

" As férias para ele: "Eu preciso trabalhar. Teria uma má impressão sobre os nossos professores se for para casa agora. Eles sofreram, e alguns deles perderam suas esposas,e com eles eu devo estar. O Mestre está conosco e está tudo bem".

 

"O Evangelho de hoje com os nativos é através de machadinhas e tabaco; somos recebidos por eles por causa dessas coisas. Por aquela porta que entramos para pregar o Evangelho do amor ".   

 







Ele nunca superestimou as perspectivas, e ainda existem "alguns que realmente oram e cujas vidas estão trabalhando em paralelo às suas orações." Se em1878 a "morte e o paganismo reinava", em 1882 "não havia fornos canibais, nem festas,nem carne humana, e nenhum desejo de crânios".Chalmers e seus ajudantes nativos pregavam a noite toda e na conclusão de um desses serviços os selvagens exclamaram: "Não mais combates, Tamate, não mais homem

comendo; ouvimos a boa notícia, e vamos lutar pela paz”.

 

Chalmers casou-se novamente com Eliza Sarah Harrison em 1888. "Em cada casa", diz a Sra. Chalmers, "as pessoas saíram para se juntar a nós, muitos idosos abraçando-o com lágrimas escorrendo pelo seus rostos velhos, dizendo que nunca tinham pensado em olhar sobre o seu rosto esta terra.""Essas pessoas eram selvagens quando cheguei a Nova Guiné, e anos antes eram caçadores de crânio inveterados. Agora eles têm a melhor igreja em toda a Guiné."

 

Após sua morte, ele consolou-se na "doce vontade de Deus", e disse: "Eu não posso descansar e enquanto tantos milhares de selvagens estão sem conhecimento de Cristo perto de nós."

E assim James Chalmers é um missionário ainda hoje!"No primeiro sábado de cada mês, pelo menos, três mil homens e mulheres se reúnem em volta da mesa de devoção do Senhor, reverentemente comemorando o evento que significa muito para eles e para todo o mundo. Muitos deles eram conhecidos por Chalmers como selvagens em penas e pintura de guerra. Agora, vestido e com sua mente direita, o olhar selvagem, eles fazem parte do Corpo de nosso Senhor Jesus Cristo e são membros de Sua Igreja. Muitos dos pastores tem em seus peitos as marcas de tatuagem que indicam que as suas lanças haviam sido marcadas com sangue humano.Agora 64 deles, graças a influência de Chalmers, são professores, pregadores e missionários. "Eles, também, tem ouvido, proclamado, e se tornaram intercessores. Eles leram e, portanto, agora vão. Tendo crido com o coração, que, portanto, confessam coma boca. Esta não é apenas uma lei da vida, é a lei da vida eterna. É somente por lealdade a esta regra de ouro, por parte de todos que ouvem o Espírito e a Noiva dizem: Vem, que os reinos deste mundo pode tornar-se os reinos do nosso Deus e do seu Cristo. É o segredo da conquista do mundo-, e, além dele, não há outro.