6 de abril de 2013

J H JOWET


      J H JOWET

“ A grande medida de nossas riquesas é o quanto teremos se viermos a perder todo nosso dinheiro”


John Henry Jowett  


“ Eu tenho tido somente uma paixão e eu tenho vivido por ela: A absorvente e árdua, porém gloriosa tarefa de proclamar a grace e o amor de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo”

 
Jowett nasceu em Halifax, England em 1864. "Eu fui abençoado com um impagável favor de ter nascido em um lar cristão”disse ele mais tarde.
 Sua paixão por livros apareceu cedo em sua vida, tanto que ele passava horas a fio na biblioteca de sua cidade devorando toda espécie de literatura. Seu pai queria que ele fosse um advogado, mas seu professor da escola dominical viu nele uma vocação para o ministério  pastoral. Nessa queda de braço, Jowet cedeu a força irresistível do chamado do Senhor e foi para o seminário em Oxford e logo depois assumiu  a igreja congregacional de Carr’s Lane em Birmingham, Inglaterra. Seu sucesso como ministro da palavra foi tão grande, que o prefeito da cidade fêz a ele uma menção pelo fato da igreja ser tão influente na cidade ao ponto de diminuir muito a criminalidade e a desordem social.


 Jowet veio para a América do Norte em 1909

 e pregou na Presbiteriana da Quinta Avenida 

por duas vezes; o que fêz com que os 

membros da igreja fizessem um abaixo 

assinado com 1400 assinaturas para que ele 

viesse a ser   pastor da igreja. Apesar de 

seu estilo não ser dinâmico ( na maioria das 

vezes ele lia seus sermões ) a profundidade 

de seus argumentos eram avassaladoras e a 

clareza de sua linguagen limpida como  

cristal; aliando isso com sua vida 

irrepreensível ele conquistou grande respeito 

entre os cidadãos de Manhatan. Em pouco 

tempo, formaran-se filas na entrada da igreja, 

parapregar. Ele iniciava o preparo de seus 

sermões na quinta feira e cada detalhe era 

cuidadosamente revisado. Seus sermões 

eram como obras de arte.

Após Campbell Morgan deixar Westminster em 1917, Jowet cruzou novamente o atlântico para assumir a capela de Londres.
Em 1923 o Senhor o chamou e então o mundo perdeu um de seus mais brilhantes e dedicados pregadores.