6 de abril de 2013

JOSEPHINE BUTLER - A mâe das prostitutas de Bristol


JOSEPHINE BUTLER 

A mãe da prostitutas de Bristol
 
 

Ela era ainda jovem quando viu sua mãe morrer nos braços de seus pai quando foi dar a luz a um de seus irmãos. Ela por muitos anos ainda lembrava dos olhos de horror de sua mãe ao ver a vida se esvaindo e encostando a cabeça nos ombros de seu pai e enfim, sua mãe expirou, mas, ao invés de caminhar neste mundo cabisbaixa,  torturando-se ao relembrar daquela cena do passado, ela olhou para cima, olhou para Jesus e viu esperança e como ela mesmo falou:“ Eu fui possuída de irresistível senso de urgência para ir porta afora procurar por pessoas que estão em pior situação do que a minha”

 

Ela começou a cuidar das prostitutas de rua de Liverpool. Muitas moças se tornaram mulheres de rua por desespero e Josephina cuidava delas como pessoas da família. Srta Butler era uma linda mulher da alta sociedade da Inglaterra, muito bem relacionada com políticos e autoridades. Com a ajuda estes contactos ela abriu uma casa para cuidar destas mulheres perdidas e assim que ela foi conhecendo melhor essa mulheres e seus desafios, ela foi se aprofundando nos direitos constitucionais delas e iniciou uma grande campanha para que as mulheres da Inglaterra pudessem votar, pois até então, não era permitido que elas votassem. A partir daí, nossa amada irmã se tornou a grande representante das mulheres na luta por conseguir direitos de cidadania .






A primeira lei que ela derrubou, foi a lei de que em determinadas cidades militares, as mulheres  precisavam ser examinadas para ver se tinham alguma doença venérea. Essa foi a primeira grande vitória de Josephine ao derrubar essa constrangedora lei. Nessas mesmas cidades os homens não eram examinados. Qualquer mulher, que despertasse a mínima suspeita, poderia ser denunciada as autoridades e forçada a dar um certificado de sáude sexual. Ela declarava:”Se os direitos da  mulher podem ser roubados, então nós não estamos seguros nesta Nação.

Porém, quando ela começou a falar contra estas injustas leis, muitos se levantaram contra, tentaram calar a sua voz, com ameaças e tentativas de homicídio, mas Deus estava do lado dela e ela avançou e prosseguiu, não temeu o homem, mas lutou para  que a justiça fosse estabelecida. Seu marido perdeu o emprego e ele mesmo a encorajou dizendo: “Não pare Josephine, vá e lute pela causa que eo Senhor te entregou “

Ela também sempre dizia:”Se Cristo perdoou estas mulheres prostitutas, por que nós nãoas podemos perdoar”,  Srta Butler também se levantou contra  a posição do governo em conceder licenças para cabarés. “O governo, pago com imposto de cristãos, não pode cobrar taxa dos lucros do pecado”

Esta mulher lutou praticamente sozinha contra  os senhores desta terra e conseguir grandes avanços para uma legislação mais justa e humana para as mulheres, porém quando morreu, em 1906, quase ninguém mais lembrava do que havia feito “a mãe das prostitutas de Bristol”.

 

 

TENTANDO SERVIR A DOIS MESTRES. “ Esses que estão no meio de caminho fazem-me rir, eles estão do meu lado e não sabem disso “  - O verso debaixo está em apocalipse 3.16