26 de fevereiro de 2016

IPI de londrina - Messias Anacleto Rosa






 HISTÓRIA

A história da 1ª Igreja Presbiteriana Independente de Londrina se confunde com a história da própria cidade. Quando os desbravadores ingleses da Companhia de Terras Norte do Paraná chegaram à região, no início dos anos 30, vieram também as primeiras famílias evangélicas, a maioria do interior de São Paulo, da região da Alta Sorocabana.
Aqui eles abriram picadas e enfrentaram muitas dificuldades: animais selvagens, barro, poeira, doenças; andavam, praticamente, só no lombo de burros ou em carroças. A congregação da época se reunia num rancho feito de palmito, chão batido, bancos rústicos de madeira, o local era iluminado por velas ou lampiões. Mas nossos pais espirituais nunca esmoreceram. Sempre olhando para o Senhor e crendo em suas santas promessas, eles perseveraram, trabalharam duro, semearam a Palavra, regaram com muitas lágrimas e estão entre os primeiros a se organizar como Igreja do Senhor em Londrina.
Em 1937 foi construído um templo de madeira no terreno onde a Igreja está até hoje (Rua Mato Grosso, 806). Quando ela se emancipou eclesiasticamente, em 10 de julho de 1938, era formada por 120 membros: 76 maiores e 44 menores. A comissão organizadora foi composta pelos pastores Azor Etz Rodrigues, Simeão Cavalcanti Macambira e José Antônio de Campos, além dos presbíteros Herculano de Almeida Sampaio e Antônio Eugênio Vieira.
A primeira Escola Dominical começou em 15 de dezembro de 1932, com duas classes (uma de adultos e outra de crianças). A superintendente era Floriza Borges Araújo e os professores, Herculano Sampaio e Maria Thereza Vieira. Em 13 de agosto de 1935 foi fundada a Sociedade Auxiliadora de Senhoras com 19 sócias. A União da Mocidade (UMPI) nasceu em 12 de maio de 1940, e em 13 de maio de 1946 foi organizada a Liga Juvenil.




Rev. Messias Anacleto Rosa,aos 17 anos trabalhou na Missão Caiuá, em Dourados (MS). Formou-se em Teologia em 1958, no ISBL. No ano seguinte serviu a igreja instalando o trabalho presbiteriano independente em Umuarama, como missionário do Sínodo Meridional. Foi ordenado em 1960. Em 1961, pastoreou as igrejas no Estreito e Florianópolis (SC). Em janeiro de 1973 assumiu a 1ª IPI de Londrina. Através do Ministério Multiplicação da Palavra, publicou vários livros. Recebeu o título de cidadão honorário de Londrina em 2005. Assumiu uma cadeira na Academia Evangélica de Letras do Brasil em 2007, mesmo ano em que foi jubilado. Recebeu o título de pastor emérito em 2014. Casado com Avani Garcia Rosa. Tem três filhos: Priscila, casada com Faraday (2 filhos - Thiago e Gabriel); Messias Júnior, casado com Ana Paula (3 filhos - Ana Luiza, Rafael e Ana Laura); e João Marcos casado com Sabrina.



Rev. Mathias Quintela de Souza
Bacharel em Teologia pela Faculdade Teológica ABECAR, validado pela UNICESUMAR. É Mestre em Teologia Prática pela Faculdade Teológica Sul Americana. Com especialização pelo Centro Evangélico de Missões, e docência Dio ensino superior pelo CESUMAR. Pastoreou diversas igrejas: Maringá, Apucarana, Arapongas e Curitiba (PR), São José do Rio Preto (SP), Campo Grande (MS), Florianópolis e Joinville (SC). Em janeiro de 1998 ingressou no corpo pastoral da 1ª IPI de Londrina atuando nas áreas de Educação Cristã, Missões e o processo de transição para Igreja em Células. Foi jubilado em 20 de dezembro de 2009. Casado com Eloá Ribeiro Menezes de Souza. Tem três filhos: Jéter, Éser, casado com Giane (2 filhos – Benício e Aurora) e Ellen, casada com Albery (2 filhos - Danilo e Guilherme).



                                                                                     Messias  Anacleto Rosa pregando


http://www.ipilon.org.br/